Aos 15 anos, a australiana Isis Holt é candidata a medalhista no Rio 2016

Aos 15 anos, a australiana Isis Holt é candidata a medalhista nos Jogos do Rio-2016 (Foto: Instagram/Reprodução)

LANCE!
04/09/2016
10:15
Rio de Janeiro

A cada edição dos Jogos Paralímpicos, uma nova leva de jovens astros surge para desafiar os veteranos na disputa por medalhas. No atletismo do Rio-2016, oito adolescentes prometem brigar pelo pódio a partir do dia 8 de setembro, quando começam as competições no Estádio Olímpico (Engenhão).

1. Isis Holt (Austrália) Nascida em 2001, a australiana de 15 anos se destaca em uma classe recheada de jovens talentos: a T35, para atletas com paralisia cerebral. Campeã e recordista mundial, ela é o principal nome dos 100m e 200m, provas que têm ainda a chinesa Xia Zhou, de 17 anos, e a britânica Maria Lyle, de 16. Apesar da forte concorrência, Isis Holt chega ao Rio 2016 certa de que pode levar o ouro em sua estreia Paralímpica.

2. Hunter Woodhall (EUA) O velocista de 17 anos corre na classe T43, para atletas com amputação nas duas pernas. A estreia internacional aconteceu somente no ano passado, no Campeonato Mundial de Doha, no Catar. E o fez em grande estilo, com a prata nos 400m e o bronze nos 200m. No Rio, Hunter Woodhall compete nas duas provas e é nome forte na disputa pela medalha de ouro.

3. Thalita Vitória (Brasil) A brasileira conquistou o bronze no Mundial de 2015 nos 400m T11, para atletas com deficiência visual. Agora, aos 19 anos, disputará a mesma prova no Rio 2016, além do salto em distância. Terceira colocada no ranking mundial, Thalita Vitória espera contar com a força da torcida para fazer ainda melhor nos Jogos Paralímpicos. Thalita em ação no Estádio Olímpico, o Engenhão, em maio (Foto: Getty Images/Buda Mendes)

4. Raja Jebali (Tunísia) A atleta de 19 anos compete no arremesso de peso da classe F40, para atletas de baixa estatura. Ela é a atual número 3 do mundo, com a marca de 7,04m, registrada neste ano (a melhor de sua carreira) e que garantiria a medalha de prata no último Campeonato Mundial.

5. Alesandr Svechnikov (Uzbequistão) Aos 18 anos, o atleta do lançamento de dardo registrou ainda neste ano a melhor marca de sua carreira: 62,43m. Ficou, assim, apenas 3 metros abaixo do recorde mundial da categoria F13, para deficientes visuais. Ele ocupa atualmente o segundo lugar no ranking mundial.

6. Ntando Mahlangu (África do Sul) Com apenas 14 anos, Ntando Mahlangu é o mais jovem da lista de jovens promessas do atletismo Paralímpico. O sul-africano é o segundo colocado do ranking mundial dos 200m T42, para atletas amputados. Fica atrás apenas do campeão mundial e Paralímpico Richard Whitehead. Mahlangu tem mais uma marca de respeito: o recorde mundial dos 400m T42.

7. Alexa Halko (EUA) A americana da categoria T43 da corrida em cadeira de rodas tem apenas 16 anos e já coleciona medalhas: as pratas dos 100m e 400m conquistadas no Mundial de Doha, em 2015. Ela é a mais jovem atleta dos Estados Unidos no Rio 2016 e tem uma rival de peso: a britânica Kare Adenegan, de 15 anos, bronze nos 400m e 800m em Doha.

8. Noelle Lenihan (Irlanda) Atual número 1 do lançamento de disco F38, para atletas com paralisia cerebral, ela fez sua estreia internacional no ano passado e ganhou a prata no Mundial, atrás da campeã Paralímpica Na Mi, da China. Aos 16 anos, já tem o recorde mundial de sua classe: 32,14m no Campeonato Europeu, em junho deste ano.