Futebol de 5

Jogadores brasileiros comemoram a vitória de virada sobre a China (Foto:Divulgação)

LANCE!
16/09/2016
11:40
Rio de Janeiro

Grande destaque da Seleção Brasileira de futebol de 5 na vitória de 2 a 1 sobre a China na semifinal dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, na última quinta-feira, Jeffinho não vê a hora da decisão contra o Irã, neste sábado, às 17h. Em busca do tetracampeonato, o jogador destacou a participação da torcida brasileira.

- É diferente jogar em casa com o apoio da torcida, 3 mil, 4 mil pessoas. Isso nunca aconteceu com a gente que joga o futebol de 5. Sentir a presença da torcida aqui nos apoiando, gritando nosso nome, gritando Brasil, dando força, com certeza é diferente – disse Jeffinho, autor dos dois gols da vitória de virada.

Durante o confronto contra a China, o artilheiro ouviu os gritos vindos da arquibancada de que ele é melhor do que Neymar. A brincadeira agradou ao jogador:

- Para mim, é gratificante ser comparado a um grande jogador igual ao Neymar, nosso melhor jogador na atualidade. Fico feliz com isso, porque é sinal que estou fazendo um grande trabalho, estou correspondendo à expectativa da torcida e pude ajudar com os gols.

Já o técnico Fábio Vasconcelos conteve a euforia e acredita que o Brasil ainda tem um caminho a percorrer na tentativa de manter a hegemonia no esporte, já que o país é o único que subiu ao lugar mais alto do pódio nas três vezes em que o futebol de 5 esteve no programa paralímpico.

- A gente sente uma alegria tão grande, porque é muito tempo de treinamento e concentração para um ciclo de quatro anos, então chegar no primeiro objetivo que é a final, é tirar 50% do peso que tínhamos nas costas. Agora é jogar mais leve e fazer de tudo para segurar esse ouro.