LANCE!
17/09/2016
16:40
São Paulo (SP)

O penúltimo dia dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro foi marcado por uma triste notícia. Neste sábado, o ciclista iraniano Bahman Golbarnezhad, que disputava a prova de estrada, morreu após sofrer uma queda e bater a cabeça em uma pedra no percurso.

A competição aconteceu no Recreio dos Bandeirantes e, por volta das 10h40, em uma das descidas do trajeto de 15km em Grumari, o atleta de 48 anos da classe C4 (amputados ou com coordenação limitada) saiu da pista, caiu e chocou-se fortemente com uma pedra, sofrendo um traumatismo craniano.

Golbarnezhad foi levado ao Unimed Rio Hospital, na Barra da Tijuca, mas, ainda no caminho, sofreu uma parada cardíaca e morreu logo após chegar ao local. Uma investigação sobre o acidente já foi aberta.

“A família paralímpica está unida em luto após essa tragédia horrível, que coloca uma sombra sobre aqueles que vêm sendo ótimos Jogos Paralímpicos no Rio”, disse o presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Philip Craven, em um comunicado oficial.

Como homenagem a Golbarnezhad, as bandeiras do Irã e do movimento paralímpico foram baixadas à meio mastro na Vila Paralímpica e no Rio Centro, onde a seleção masculina de vôlei sentado enfrenta Bósnia na final. Na Cerimônia de Encerramento, será respeitado um minuto de silêncio em referência ao atleta.

*Atualizado no dia 17/9/2016, às 18h13

Percurso da prova foi na Zona Oeste do Rio (Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB)
Percurso foi na Zona Oeste do Rio (Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB)