Vitorio Piffero (Foto: Itamar Aguiar/LANCE!Press/Raw Image)

Vitorio Piffero (Foto: Itamar Aguiar/LANCE!Press/Raw Image)

Igor Siqueira
11/12/2016
19:56
Mesquita (RJ)

Nitidamente constrangido e resignado pelo rebaixamento do Internacional, o presidente colorado, Vitorio Piffero, assumiu a responsabilidade pela primeira queda à Série B na história do clube.

- Quero pedir desculpa ao torcedor. Sempre pensei em fazer o melhor para o Inter. Só que errei, errei muito. Eu disse que não seríamos rebaixados, e fomos. Pelo futebol que apresentamos, merecemos o resultado. Foi muito tempo jogando sem resultados competentes. Não conseguimos sair dessa situação - afirmou Piffero, que esteve no Giulite Coutinho acompanhando a partida contra o Fluminense, que selou a queda à Segundona.


O presidente do Inter, que se despede do cargo, já que Marcelo Medeiros foi eleito no sábado, indicou que não pretende seguir com a briga no STJD para fazer com que o Vitória perca pontos pelo caso Victor Ramos.

- Primeiro, estou reconhecendo como justo, dentro de campo, o rebaixamento. O Internacional vai jogar a Série B o ano que vem, com apoio do torcedor. Fomos rebaixados, vamos cumprir a Série B. Mas eu espero que a justiça seja igual para todos - disse Piffero, que ainda alfinetou a Justiça Desportiva por episódios passados:

- A legalidade é para todos. Ou temos regras que todos cumprem, ou os prejudicados têm todo o direito de buscar a Justiça Desportiva. Em 2005, o Inter deixou de ganhar o Brasileiro. Nos tomaram na mão grande, se não fossem anulados os jogos, o Inter teria sido campeão.

O Inter teve o rebaixamento confirmado ao empatar com o Fluminense por 1 a 1, neste domingo.