RADAR / LANCE!
12/12/2016
08:05
Porto Alegre (RS)

O Internacional viu seu rebaixamento confirmado no último domingo, com um melancólico empate em 1 a 1 diante do Fluminense, no Giulite Coutinho. Porém, não foi apenas o tropeço que fez o Colorado ter o fim de ano amargo. O LANCE! enumera os sete erros do clube na temporada. 

ADEUS, D'ALE 

Um dos maiores ídolos da história colorada, o argentino D' Alessandro, campeão da Libertadores de 2010 e da Sul-Americana de 2011, despediu-se  do Inter em fevereiro. Foi para o River Plate, clube do coração e onde deu os primeiros passos como jogador de futebol. O Inter até tentou, mas não conseguiu encontrar um substituto à altura.

VALDÍVIA

Um dos jogadores colorados que poderia deixar a torcida sem saudades do argentino é Valdívia, mas ele sofreu com lesões e jogou apenas 24 partidas no Brasileirão. Deste total, começou no banco de reservas  em quase metade dos jogos. No quesito gol, também ficou devendo: quatro.

RESOLVE, VITINHO


Faltaram opções de atletas que poderiam decidir um jogo. O Inter teve sempre que contar com Vitinho, que foi herói diante do Flamengo, do Coritiba e do Figueirense.

TROCA DE TREINADORES

O Inter caiu seguindo a 'receita de bolo' dos times rebaixados e trocou muitas vezes de treinador durante a competição. Foram quatro: Argel Fucks, Falcão, Celso Roth e Lisca. O primeiro ficou até a 14° rodada e deixou o time em
8°, com 20 pontos. Sob sua batuta, o colorado, inclusive,  chegou a liderar o Brasileirão(segundo líder por mais rodadas, só atrás do Palmeiras).
Em seu lugar, entrou Falcão, ídolo da torcida. Em cinco jogos, perdeu três e empatou dois. Depois, chegou outro velho conhecido: Celso Roth  pegou o time em 13° e a três rodadas do fim do campeonato deixou o Inter na zona de rebaixamento para Lisca contornar a situação.

FOCO NO FORA DE CAMPO

Além de tentar derrubar o Vitória fora de campo, no STJD, a diretoria colorada fez várias provocações polêmicas. Em uma delas, o vice-presidente Fernando Carvalho comparou um eventual rebaixamento do Inter à tragédia da
Chapecoense, que deixou 71 mortos. Na mesma ocasião, Carvalho reclamou do adiamento da última rodada. Ainda houve espaço para Anderson e William brigarem em um treino. No final, punição leve aos dois.

CONTRATAÇÕES EQUIVOCADAS

O Inter não acertou nas contratações que fez ao longo da temporada. Ariel, Fabinho, Fernando Bob, Anselmo, Seijas e principalmente, Nico López, deixaram a desejar. O ponto fora da curva foi a chegada do goleiro Danilo Fernandes.

OITO PONTOS EM UM TURNO

Entre a 8° rodada e a 27°,  o Inter somou apenas oito pontos. Em comparação aos lanternas de turnos e returnos dos Brasileirão, o colorado só foi superior ao América-RN do 1° turno de 2007, que só fez sete.