RADAR/LANCE!
11/12/2016
15:01
Porto Alegre (RS)

O Internacional terá um dos jogos mais importantes de sua história. Neste domingo, o Colorado enfrenta o Fluminense, às 17h (de Brasília), no Giulite Coutinho, no Rio de Janeiro. E, o objetivo da equipe é um só: vencer para tentar escapar da degola. 

O problema é que o time gaúcho não depende apenas de si. Além de vencer o Flu, o Inter precisa torcer por tropeços de Sport e Vitória, que entram em campo no mesmo horário, contra o já rebaixado Figueirense, e o campeão Palmeiras, respectivamente. 

Apesar da alta probabilidade de ter decretada a queda à Série B, Rodrigo Dourado assegura que nada está perdido e revela que pretende ficar no clube em 2017.  

 – Pode ser (que eu fique). Eu sou colorado. Sinto. Sou torcedor, mas tenho que colocar o lado profissional para sair desta situação. Ainda não penso no rebaixamento. Pensarei positivo sempre – afirmou.

Ceará seguiu pela mesma linha do companheiro de equipe e assegurou que, independentemente do resultado, permanecerá no Colorado no ano que vem.

– Jogaremos a última rodada e depois veremos a realidade. Tenho contrato até o fim de 2017. Amo o clube, tenho uma história aqui. Sou colorado e ficarei independente do que ocorrer – disse o jogador..

Danilo Fernandes, goleiro do Inter, também não pretende abandonar o clube, caso o rebaixamento se confirme.

- Queria marcar meu nome no clube com vitórias grandes, mas pode ter certeza que não saio por nada. Se isso ocorrer, levantarei o Inter novamente - assegurou o arqueiro. 

No Brasileiro, o Inter chega à última rodada na 17ª colocação, com 42 pontos. O Sport é o 16º, com 43, e o Vitória é o 15º, com 45 somados.