Bragantino x São Paulo - Muricy Ramalho (Foto: Miguel Schincariol/ LANCE!Press)

Muricy Ramalho: 'Tem de respeitar, o Inter está na competição' (Foto: Miguel Schincariol/ LANCE!Press)

RADAR / LANCE!
03/11/2015
16:02
São Paulo (SP)

O técnico Muricy Ramalho rechaçou a chance de entrar em negociação para assumir o comando do Internacional. Em entrevista publicada nesta terça-feira, no "Zero Hora", o treinador, que voltará ao futebol em 2016, disse que não é do seu feitio entrar em acordo com um clube que é comandado por outro treinador:
ADVERTISEMENT

- Se amanhã me ligar, e o Argel (Fucks) estiver aí, não vou conversar. Não é da minha linha. O Inter é um time que eu sou agradecido, me abriu as portas para treinar time grande. Tenho amigos. E essa gratidão ficou. Mas não quer dizer que estou me convidando.

Muricy evitou falar sobre a possibilidade de ser procurado pelo Inter caso Argel seja demitido ao fim do Brasileirão. O treinador enalteceu o trabalho do atual comandante do Colorado:

- Eu não quero falar em relação a isso. O Inter está na competição, tem muitas chances de classificar. Tem que respeitar. O técnico (Argel Fucks) está indo muito bem por sinal.

Questionado sobre alguma sondagem do presidente do Internacional, Vitorio Piffero, o treinador afirmou que o contato ocorreu quando o clube ainda não tinha acertado com Argel Fucks:

- Não tinha técnico. Ficou um tempo sem técnico não sei quantos dias. Neste intervalo, procurou e ele mesmo foi à imprensa. Antes disto, não fui procurado, depois também não.

Após a saída de Diego Aguirre, a ideia do Internacional era fazer um contrato até o final do Brasileiro com Argel Fucks. Porém, o acordo para tirá-lo do Figueirense aconteceu apenas depois de um contrato até o fim de 2016 ser sacramentado