Homem Armado - Inter

Homem que sacou a arma foi identificado como PM pelo 1º Batalhão de Operações Especiais (foto: Ale Vianna)

RADAR/LANCE!
22/11/2016
19:58
Porto Alegre (RS)

A possibilidade cada vez mais real de rebaixamento tem provocado reações agressivas por parte da torcida do Internacional. Nesta terça-feira, o time se reapresentou para iniciar sua preparação para a sequência do Brasileiro, mas as atividades aconteceram sob fortes protestos.

Enquanto torcedores gritavam e outros ameaçavam os jogadores, fora do CT do Parque Gigante, uma confusão envolvendo um homem armado gerou pânico. O incidente aconteceu na Avenida Edvaldo Pereira Paiva, depois que um homem vestido de branco e com óculos escuros, acompanhado por um homem vestido com uma camisa do Inter, desceu do carro, sacou uma arma e chutou um dos manifestantes.

Isso ocorreu depois que alguns dos colorados presentes no local arremessaram pedras no gramado onde os jogadores trabalhavam. A situação foi controlada depois que seguranças do clube interviram e afastaram o grupo mais exaltado. 

De acordo com a 1º Batalhão de Operações Especiais, o homem armado é Adriano Friolin, PM que estava fora de serviço no momento. A informação é do jornal gaúcho "Zero Hora". Segundo a reportagem, a Brigada Militar irá abrir uma sindicância para apurar o que o Friolin estava fazendo no momento da abordagem. A principal hipótese é que ele estava fazendo um "bico" como segurança particular. 

No Campeonato Brasileiro o Inter perdeu para o Corinthians e se complicou. Agora, o Colorado não depende mais só si para se manter na elite em 2017.  O time é 17º colocado, com 39 pontos, e precisa vencer o Cruzeiro no próximo domingo, além de torcer por um tropeço do Vitória diante do Coritiba, para continuar brigando contra o rebaixamento. 

*Atualizada às 21h51