Celso Roth - Chapecoense x Internacional

                      Roth orienta seus comandados na Arena Condá (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Internacional)

LANCE!
15/08/2016
23:09
Chapecó (SC)

O início da quarta passagem de Celso Roth à frente do Internacional foi com derrota, o que não havia acontecido nas anteriores (dois empates e uma vitória). Derrota que veio apesar da evolução vista no time pelo técnico. Evolução que precisará continuar, pois Roth também destacou a necessidade de mais trabalho para o Colorado reagir no Brasileirão.

– A Chapecoense teve méritos, fez seu gol aos 45 minutos do segundo tempo. Nosso time teve evolução sim. Foi um jogo competitivo, truncado, sem muitas chances. Em alguns momentos, a Chapecoense teve mais volume. O Inter teve duas ou três oportunidades. Eles conseguiram fazer o gol e saíram com vitória. Nós tivemos uma evolução, mas ainda temos de melhorar muito – destacou Roth, em entrevista coletiva.

Roth citou, por exemplo, a necessidade de evolução na transição da defesa para o ataque. Sobrou afobação para seus comandados em sua avaliação. A certeza é que sobrará trabalho para o técnico, que ainda completará uma semana no cargo.

– Mostramos solidez em alguns momentos, mas tivemos afobação também. Precisamos trabalhar mais. Mas o momento e a ansiedade pela colocação no campeonato pesam. Hoje (segunda), tivemos uma competição maior. Mas precisamos evoluir na transição, a bola ainda escapa do nosso controle. A gente tinha de sair daqui com um ponto, mas vamos seguir trabalhando – destacou.

O Inter de Roth voltará a atuar pelo Brasileirão no próximo domingo, quando receberá o São Paulo, no Beira-Rio, às 16h. Com 22 pontos, o Colorado é o 15º colocado. O Figueirense, tima que abre a zona de descenso, soma 21.