A Arena Carioca 1 receberá os destaques do crossfit do Rio de Janeiro em dois dias de competição

A Arena Carioca 1 será uma das instalações que receberão os Jogos Universitários (Crédito: Divulgação)

LANCE!
31/10/2017
15:06
São Paulo (SP)

O legado olímpico dos Jogos Rio-2016 chega ao esporte universitário. A partir desta quinta-feira (2), nas Arenas Cariocas 1 e 2 no Parque Olímpico da Barra, serão realizados os Jogos Universitários, com apoio da AGLO (Autoridade de Governança do Legado Olímpico) e organizado pela Agência JC2 Esportes, o evento deverá reunir cerca de 2.000 atletas universitários, de 18 a 30 anos, representando oito modalidades esportivas. Os organizadores projetam receber um público no Parque Olímpico de até 4 mil pessoas diariamente.

- Trazer esse evento para o Parque Olímpico é uma maneira de premiar esses estudantes que são atletas sérios e que treinam em estruturas profissionais, com apoio de fisioterapeutas e treinadores; e em busca da elevação do nível esportivo - afirmou Lucas Romano, um dos organizadores dos Jogos.

A principal diferença destes Jogos Universitários com o JUBs, organizados pela CBDU (Confederação Brasileira de Desporto Universitário) é que o evento marcado para este final de semana na Barra da Tijuca  é voltado para as faculdades localizadas na região Sudeste.

Os Jogos Universitários terão competições de basquete, futsal, handebol, vôlei de quadra, futebol, judô, jiu-jitsu e tênis de mesa. Entre os competidores, alunos dos cursos de Engenharia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e de Comunicação da Mackenzie-SP. Além da premiação com medalhas para os vencedores, ainda haverá troféus para os melhores jogadores de cada modalidade, bem como premiações de parceiros dos Jogos. As melhores torcidas também serão recompensadas. Apresentações de cheerleader e baterias de universitários também fazem parte da programação.

Segundo o presidente da AGLO, Paulo Márcio, a realização dos Jogos Universitários mostra o potencial do Parque Olímpico para receber grandes eventos.

- A gente está com um calendário perene de eventos esportivos e não esportivos até dezembro completamente preenchido. E ano que vem, inclusive, nós queremos trazer eventos internacionais como a Liga Mundial de Vôlei, o Grand Prix de Vôlei e também o campeonato mundial de ciclismo. Para 2019, a ideia é, entre outros eventos, trazermos o Rio Open. E tudo isso a gente já está negociando com as federações esportivas internacionais - disse Paulo Márcio.

O presidente da AGLO acredita inclusive que a autarquia poderá receber outros eventos importantes do esporte universitário.

- Em competições desse porte e nível é que descobrimos os talentos. Depois dos Jogos Universitários, a ideia é trazer o Mundial universitário para ser realizado dentro do Parque em 2018. E já estamos vendo isso com a Confederação Brasileiro de Desporto Universitário - afirmou.