LANCE!
30/10/2017
12:14
São Paulo (SP)

Sem badalação e com um grupo formado por apenas 16 atletas, a FECAM-PR terminou com o título geral do Campeonato Brasileiro sub-23 de atletismo, encerrado neste domingo (29) na pista da Sogipa, em Porto Alegre (RS). Os paranaenses somaram 181 pontos na classificação geral, além de terem vencido também no masculino e ficado em terceiro no feminino.

Outra conquista importante da FECAM-PR foi o de contar com o melhor atleta segundo avaliação do Congresso Técnico do campeonato. O título ficou com Mikael de Jesus, campeão nos 400 m e nos 400 m com barreira, com direito a recorde do torneio.

- Foi uma conquista muito especial para a nossa cidade. Trouxemos um grupo de apenas 16 atletas, mas conseguimos pontuar bem com todos. Com certeza esse título será comemorado em nosso município, que já conhece bem o atletismo - afirmou o treinador do FECAM-PR, Paulo Cesar da Costa.

O Vasco da Gama-RJ foi o vice-campeão geral, com 164 pontos, venceu na categoria feminina, com 117, e terminou em quinto no masculino, com 47. O Pinheiros-SP alcançou o objetivo de ficar entre os três primeiros no geral, com 162 pontos, foi vice-campeão no feminino, com 109, e o quarto no masculino, com 53. No quadro geral de medalhas por estados, São Paulo foi o destaque, com 37 pódios (11 ouros, 19 pratas e sete bronzes). Santa Catarina ficou em segundo lugar, com 19 (oito, seis e cinco), seguida do Paraná, com 12 (quatro, cinco e três).

Eleito melhor atleta entre os homens, Mikael de Jesus festejou tanto o seu desempenho individual quanto da equipe de Campo Mourão e já projeta uma temporada ainda melhor em 2018.

- Estou na transição de sub-20 para adulto e em 2018 quero defender a Seleção em todas as competições que puder como nas de Sub-23 e no Ibero-Americano. O recorde [nos 400 m com barreira] foi importante para a contagem de pontos do meu clube - disse Mikael.

Outro recorde do torneio ocorreu no lançamento do martelo, com a catarinense Ana Lays Bayer (Corville-SC), que venceu com a marca de 59,34 m. O melhor resultado anterior era de Mariana Grasielly Marcelino, com 58,17 m, desde 2012. Ana Lays foi escolhida pelo Congresso Técnico como o destaque feminino no Brasileiro sub-23.

- Infelizmente estou encontrando muitas dificuldades para treinar em Joinville. Lá na Univille não tem gaiola e, por segurança, fica difícil fazer até um lançamento. Por isso, devido às condições, esta medalha e o recorde têm um sabor muito especial - disse a atleta catarinense.

Para a CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo), o resultado técnico do Brasil foi considerado positivo, embora muitos atletas já estejam no período de treinamento de base para 2018.

- Foi um torneio bem disputado, que mostrou a força de uma nova geração, com resultados expressivos obtidos por representantes das categorias sub-18 e sub-20. No ano que vem, o evento será mais cedo e contará com os atletas na melhor forma física - disse Warlindo Carneiro da Silva Filho, vice-presidente da CBAt.