Alexandra Nascimento - handebol (Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

Alexandra Nascimento foi eleita a melhor jogadora do mundo em 2013 (Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

LANCE!
07/04/2016
16:10
São Paulo (SP)

Faltam apenas quatro meses para os Jogos Olímpicos em casa. O tempo passa rápido demais e, quando nos dermos conta já vamos estar lá no Rio de Janeiro. Esse período que antecede o campeonato é muito importante para nós atletas. Não só pela expectativa que vivemos, mas também pela concentração e dedicação que precisamos ter nos treinamentos em dobro.

Digo isso pela performance, é claro, mas também pelo cuidado que precisamos ter para que nossa saúde esteja 100% quando chegar a hora. É muito triste quando vemos um atleta profissional, que sempre teve o sonho de vestir a camisa do seu País, ficar de fora por conta de alguma lesão. E isso, infelizmente, acontece bastante.

Por isso, fazer uma boa preparação física é fundamental. É aí que entra a nossa comissão técnica multidisciplinar, que mesmo de longe, cuida da gente o tempo todo. Soma-se a isso o nosso esforço e cuidado nos treinos e jogos pelos nossos clubes.

Aqui na Europa, muitas de nós estão em plena competição. Minha equipe, o Baia Mare, da Romênia, está nas quartas de final da Champions League e, por isso, estamos a pleno vapor. Infelizmente, perdemos o primeiro jogo em casa e, agora, precisamos vencer o Buducnost, de Montenegro, na casa delas. Não será fácil, mas nada é impossível. Eu sempre acredito e confio no nosso time.

A boa notícia é que estou concorrendo ao prêmio de melhor ponta direita da Champions League. Para mim é uma honra mais uma vez estar entre atletas de tanto destaque e qualidade técnica. Nossa Seleção também está representada na votação pela Eduarda Amorim, a Duda, como melhor defensora. Espero, como sempre, contar com o apoio de vocês.