Sérvia e França/ Foto: EHF Euro

Sérvia e França/ Foto: EHF Euro

Bruna Santos de Souza
17/01/2016
22:26
Porto Alegre (RS)

O domingo, 17 de janeiro, foi de muita competição na Polônia, isso porquê ocorreram mais quatro jogos da EHF EURO 2016. Foram partidas pelos grupos A e B que tiveram como vitoriosos França, Polônia, Bielorrússia

Grupo A: Sérvia x França

A Arena Krakow contou com a presença de 10.900 espectadores que puderam ver um jogo bastante intenso e com muitas faltas. Mais preparado tecnicamente, a seleção francesa começou a partida abrindo vantagem, tinha um rápido ataque e uma defesa que funcionava perfeitamente, conseguia se recuperar rapidamente. A seleção serva conseguiu chegar ao gol, porém apesar do rápido ataque, ela não funcionava bem e tinha dificuldades para ser efetiva, ou melhor, para concluir a gol, esbarrava na defesa adversária. A defesa era bem armada, no entanto, teve dificuldades em segurar a França, e não poupou faltas. O que acabou atrapalhando, quatro gols franceses foram de tiros de sete metros. Mesmo assim, a vantagem que separava as duas equipes não era grande, apenas três gols durante o primeiro tempo, 16 a 19.

No segundo tempo o clima se manteve, pelo menos até metade da partida. Quando mais cansada, a seleção da Sérvia perdeu muitas chances e não reagiu. A França com mais fôlego aproveitou para aumentar a diferença e assim garantir a segunda vitória. Placar Final: SER 26 x 36 FRA.

O goleador da partida foi Guy Oliver Nyokas, da França, que balançou as redes por oito vezes.

Grupo A: Macedônia x Polônia

Certamente os 14.200 torcedores presentes na Arena Krakow não imaginaram que veriam um jogo cheio de reviravoltas e emoções, nem que os donos da casa teriam, talvez, um dos jogos mais emocionantes nesta primeira fase. O primeiro tempo foi dominado pela seleção macedônica, que tinha um ágil ataque e não poupou os gols. Abriu o placar e vantagem. Segurou na defesa, fechou e não deixou que a seleção polonesa chegasse ao gol. Essa, por sua vez, mesmo atrás no placar não desistiu e chegou ao gol sempre que teve a oportunidade, na ida para o intervalo o placar marcava 13 a 11.

No segundo tempo, a Polônia voltou muito mais atenta e partiu para cima. Bloqueou a Macedônia, correu atrás. Os macedônicos sentiram a reação, e por vezes, parava e errava passes. Os poloneses não apenas conseguiram diminuir a vantagem, como empataram e viraram, encerrando o duelo com a vitória. Placar Final: MAC 23 x 24 POL.

O embate foi bastante faltoso, no total foram três gol para a Macedônia e quatro para a Polônia em tiros de 7 metros.

A artilheiro foi Kiril Lazarov, da Macedônia, com oito gols.

Grupo B: Bielorrússia x Islândia

Cerca de 6.200 pessoas se reuniram na Arena Spodek para ver a partida ente Bielorrússia e Islândia. Um dos jogos mais equilibrados e com menos faltas graves neste domingo. O primeiro tempo começou agitado, com gols para os dois lados. Que tinham bons ataques, com artilharias perfeitas e que deram trabalho aos goleiros, e defesas bem armadas e dispostas a não deixar os rivais chegarem perto de seus gols. Neste clima de gol lá e gol cá, o jogo foi para o intervalo com a Islândia na frente, com o placar marcando 17 a 18.

No tempo complementar, o duelo não mudou muito, ambas seleções estavam dispostas a buscar a vitória e os pontos que podem garantir a classificação antecipada, e para isso os jogadores contavam com muito fôlego. No entanto, se antes tínhamos os islandeses com a vantagem, no segundo tempo ela mudou de lado, e assim os bielorrussos encerram a partida como campeões. Placar Final: BIL 39 x 38 ISL.

Foram dois gols de 7 metros para cada lado. A artilharia foi de Barys Pukhouski, da Bielorrussia, que marcou 11 vezes.

Grupo B: Noruega x Croácia

Pelo que tudo indica, apenas os franceses não venceram de virada. Os 8.400 torcedores, presentes na Arena que recebe os jogos da Chave B, puderam ver um jogo de muitas mudanças entre o primeiro e o segundo tempo. A etapa inicial foi bastante disputada e equilibrada. Os ataques eram rápidos, e contra-atacavam mais ágeis ainda. Já as defesas conseguiam se compor de forma ágil e se fechavam bem. Foram poucas faltas, apenas quatro suspensões de dois minutos e oito tiros de 7 metros (que geraram quatro gol para cada lado) durante os 60 minutos. Apesar de a partida ser disputada muito similar pelas seleções, a Croácia conseguiu ir para o intervalo na frente no placar, 16 a 17.

No segundo tempo o duelo seguia sendo intenso, mas os noruegueses conseguiram descobrir as fragilidades dos croatas e partiram para cima, atacando nestes erros, que originaram gols e os colocaram a frente no placar e garantiram a vitória. Placar Final: NOR 34 x 31 CRO.

Kristian Björnsen, da Noruega, foi o goleador, que marcou sete vezes.

As classificações das Chaves A e B

Falta somente mais uma rodada para as Chaves A e B nesta primeira fase, logo as vitórias de hoje e as próximas são definitórias para as seleções que querem avançar.

No Grupo A, a situação do primeiro colocado é mais confortável para o segundo. A França é o líder, com 4 pontos e 17 gols de vantagem. A Polônia vem em segundo, tem o mesmo número de pontos, mas o saldo é de apenas 2 gols. Logo depois está a Macedônia com 0 pontos e saldo de -8 gols. Encerra a chave a Sérvia que não pontuou e têm -11 de saldo.

A Chave B está mais embolada. Todas as seleções estão com a mesma pontuação: 2. O que define as colocações é o saldo de gols. A Croácia é o primeiro com 3 gols de saldo, em segundo está a Noruega, com 2. Em terceiro a Islândia com nenhum gol de saldo, e em quarto a Bielorrússia com -5 gols.


Segunda-feira tem jogos pelos Grupos C e D

A segunda-feira, 18, será marcada pelos jogos dos Grupos C e D. Pelo C se enfrentam Eslovênia e Espanha, às 15h15. E Alemanha versus Suécia, às 17h30.
No D os embates serão os seguintes: Rússia e Hungria, às 15h; Montenegro e Dinamarca, a partir das 17h15.

A EHF Euro acontecerá até o dia 31 deste mês e garante ao campeão a vaga nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Todos os jogos estão no Horário Brasileiro de Verão.