Guarani x ASA

Guarani consegue feito histórico no Brinco de Ouro (Foto: Denny Cesare/Codigo19)

Felipe David
23/10/2016
23:37
Campinas (SP)

Definitivamente a noite de 23 de outubro já entrou para a história do Guarani de Campinas. Contra todas as previsões antecipadas, o Bugre protagonizou neste domingo um dos mais lindos capítulos de sua história. Aplicou um 6 a 0 no ABC de Natal dentro de um Brinco de Ouro completamente pulsante e pulverizou a goleada de 4 a 0 sofrida no primeiro jogo da semifinal.  De quebra, garantiu lugar na decisão da Série C do Campeonato Brasileiro contra o Boa Esporte nos dois próximos finais de semana.

Em nenhuma divisão de Campeonatos Brasileiros um time conseguiu inverter uma desvantagem de 4 a 0. Pouco mais de três mil pessoas foram ao Brinco de Ouro da Princesa para serem contemplados com um resultado épico.

Fumagalli (com três gols), Leandro Amaro, Alex Santana e Pipico foram os heróis da noite mágica em Campinas.

O JOGO

O ABC até podia perder por três gols de diferença. Talvez por isso tenha entrado em campo de forma lenta. Melhor para o Guarani, que imprimiu uma indescritível pressão nos minutos iniciais. Não à toa o placar já apontava 2 a 0 na metade do primeiro tempo.  Leandro Amaro abriu o placar aos oito minutos., enquanto Fumagalli ampliou de falta aos 25. Logo em seguida, o mesmo Fumagalli desferiu um chutaço no travessão. Para piorar a situação do time de Natal, Jones Carioca, o artilheiro do campeonato, foi expulso após cuspir no capitão da equipe bugrina. O técnico Geninho não teve outra alternativa a não ser optar pela saída de Lúcio Flávio, o maestro da equipe no meio-campo, ainda no primeiro tempo. O que parecia impossível dava sinais de não ser tão impossível assim.

Treinador do Bugre, Chamusca mexeu no intervalo ao colocar Alex Santana para perturbar a defesa adversária. E a noite ainda reservaria fortes emoções aos jogadores e torcedores do Guarani. Logo aos três minutos, Fumagalli fez o terceiro gol, ao completar cruzamento de Gilton. Apenas seis minutos depois, novamente Fumagalli tratou de pulverizar a vantagem abecedista do primeiro jogo. Atônito em campo, o ABC até chegou a esboçar alguma reação, mas recebeu o golpe de misericórdia com Alex Santana, que acertou um belo chute de longe no ângulo esquerdo, dando ao Bugre o placar que ele tanto precisava. Pipico, de cabeça, anotou o último gol do jogo e coroou a noite histórica vivida no Brinco de Ouro.