Ramiro - Grêmio

Ramiro em ação pelo Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

LANCE!
29/09/2016
15:30
Porto Alegre(RS) 

Em entrevista ao programa Seleção Sportv, do canal por assinatura Sportv, desta quinta-feira, o volante Ramiro encontrou um culpado para o mau momento que o Grêmio passou recentemente, culminando no pedido de demissão do treinador Roger:  o alto número de jogos.

De acordo com o camisa 17, com o alto número de jogos que o calendário brasileiro impõe aos clubes, fica muito difícil um time se manter sempre em boa fase, sempre em alta. Apesar da crítica, o gremista reconheceu que os jogadores poderiam ter se empenhado mais em alguns momentos. 

 -Acredito que pela quantidade de jogos que temos no campeonato é normal as equipes oscilarem, nenhuma equipe vai conseguir se manter o ano todo vencendo. Sabemos que podíamos ter dado mais em alguns momentos, em alguns jogos fora de casa a gente sabe que nossa equipe se portou como não deveria se portar- disse o volante. 

O jogador também comentou sobre a saída do treinador Roger, que pediu demissão após a derrota por 3 a 0 para a Ponte preta, na  25° rodada. 

- Foi uma escolha dele.  Uma semana antes(da demissão),  ele já havia demonstrado descontentamento com os resultados que a gente vinha obtendo.  Todos nós do grupo falamos que ele era muito importante para a sequência de trabalho, que o trabalho era muito bem feito, todos os jogadores estavam evoluindo e aprendo muito com o trabalho dele. A gente pedia que ele continuasse do nosso lado- afirmou.