Elias - Juventude

                               Elias celebra a presença do Juventude na final do Gauchão (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

LANCE!
24/04/2016
18:35
Porto Alegre (RS)

Foi graças ao gol de Roberson que o Juventude, mesmo com a derrota por 3 a 1 para o Grêmio neste domingo, avançou à decisão do Campeonato Gaúcho. Mas se não fossem as defesas de Elias, o feito do atacante citado teria sido insuficiente. Destaque do Juventude, o camisa 1 exaltou o clube ao falar sobre a vaga na final do Gauchão.

Em um primeiro momento, Elias citou o fato de o Juventude ter um título nacional em sua história (a Copa do Brasil de 1999, diante do Botafogo) para, depois, citar sua história no clube de Caxias do Sul.

– (Estou) Feliz demais. Foi muito trabalho, nós trabalhamos demais. A gente ralou... E está aqui o resultado. O Juventude não é um clube pequeno não, tem que respeitar o Juventude sim. Clube que já foi campeão da Copa do Brasil. A história que tem esse clube aqui é incrível e poder jogar nele... Eu não estou feliz apenas por hoje (domingo) não, com o resultado. Estou feliz por ter chegado ao Juventude, pois é minha terceira passagem. Fiquei feliz por ter voltado ao Juventude, que é o clube que amo, que a minha família acompanha e ama também – disse Elias, revelado no clube, após o jogo.

Elias também valorizou o fim do jejum do Juventude, que não alcançava a final do Gauchão desde 2008, quando foi superado pelo Inter, o rival na decisão deste ano.

– Muito importante Fazia oito anos que o Juventude não chegava a uma final do Campeonato Gaúcho e chegar nesse momento, eliminando o Grêmio na Arena é uma emoção muito grande.

O Juventude enfrentará o Inter nos dois próximos domingos, para buscar o segundo Gauchão de sua história contra o rival superado na final de 1998. O jogo de ida será no Alfredo Jaconi, com o Colorado decidindo no Beira-Rio.