Filha de Renato Gaúcho, Carol Portaluppi comemora classificação do Grêmio

Carol Portaluppi comemora classificação do Grêmio ao lado do pai (Foto: Richard Dücker)

RADAR/LANCE!
10/11/2016
14:55
Porto Alegre (RS)

Nesta quinta-feira, o Grêmio foi denunciado no Tribunal Superior de Justiça (STJD) pela entrada de Carol Portaluppi no gramado da Arena. Após o empate em 0 a 0 com o Cruzeiro, pela semifinal da Copa do Brasil, a filha do técnico Renato Gaúcho comemorou ao lado do pai a classificação do Tricolor para a decisão da competição. 

Convidada por Renato, Carol sentou no banco de reservas e, após o apito final, entrou em campo para comemorar e registrar a festa da torcida e dos jogadores. Após o jogo, o árbitro Thiago Duarte Peixoto relatou o incidente na súmula da partida. 

Apesar de a infração não ter sido grave, o caso chegou ao STJD, que marcou o julgamento para a próxima quarta-feira, dia 16. O Grêmio não corre risco de perder mandos de campo, no entanto, a punição pode ser a aplicação de uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

De acordo com o regulamento, é proibida a entrada de pessoas não autorizadas no gramado. Desta forma, o Grêmio deve responder por “deixar de prevenir e reprimir invasão de campo ou local da disputa do evento”, conforme estabelece o artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.