Grêmio x Novo Hamburgo

Partida foi antecedida por briga nas imediações da Arena (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

RADAR / LANCE!
22/02/2016
11:59
Porto Alegre (RS)

Nem tudo foi tranquilidade em torno da vitória do Grêmio sobre o Novo Hamburgo, por 1 a 0. Segundo informações da Rádio Gaúcha, uma briga no acesso da Arena estendeu a proibição da Geral do Grêmio mais 90 dias.

Mesmo estando proibida de entrar com faixas e uniformes em partidas do Tricolor gaúcho desde o último Gre-Nal de 2015, parte da facção teria agredido um grupo de torcedores antes da partida com o Novo Hamburgo. Encaminhados ao Jecrim como responsáveis por coordenar o ataque, os líderes da Geral, Bruno Pisoni Garcia e Leandro Telles Carvalho, estão proibidos de ir a estádios por tempo indeterminado.

Devido à ampliação da proibição, a tendência é de que a organizada fique até maio impedida de levar faixas, adereços e uniformes a estádios em jogos do Grêmio. A punição é válida até que todos os envolvidos na briga deste domingo sejam identificados.