Atacante assina contrato de dois anos com o Atlético-PR

Atacante assina contrato de dois anos com o Atlético-PR/ Lance

Daniel Piva 
08/02/2016
16:10
Curitiba (PR)

Após uma longa novela, o atacante Walter enfim foi apresentado no Atlético-PR. O jogador, que quase foi para o Sport de Recife no início do ano, assinou um contrato por duas temporadas com o clube paranaense. De quebra, o atleta surpreendeu pelo preparo físico, já que ficou conhecido por jogar acima do peso, diz que emagreceu 10 kg.

Em relação a parte física, Walter disse que aceitou o desafio proposto pela diretoria do Atlético-PR, de emagrecer. "Eu aceitei. O que prova que eu quero. Eu não preciso provar mais nada para ninguém. Poderia ter ido para outro lugar e seguir fingindo que estava tudo bem. Mas eu quis mudar", disse o atacante.

Segundo o jogador, neste projeto apresentado pelo clube, ele já perdeu 10 kg. "Hoje estou com 93 kg e eu estou me sentindo muito forte. Não é a melhor condição física minha no profissional. Isso ocorreu em 2009, quando eu pesava 87 kg", revelou Walter. "O mais importante é que por mais que eu tenha que cometer alguns sacrifícios eu estou feliz. Posso voltar a vestir algumas roupas que eu gostava.  Isso tudo é muito bacana e ainda tenho o que melhorar", complementou.

O projeto é que o atleta chegue aos 90 kg neste primeiro momento. "O programa está 80% do que nós queremos para ele e do que ele quer para a vida dele", apontou o diretor de futebol Paulo Carneiro, do Atlético-PR.

Alegre, o atacante esbanjou confiança na projeção para a atual temporada. "O primeiro passo é fazer um bom serviço no Atlético-PR. O que eu quero e o que o clube quer é título. Por isso tenho a convicção de que pelo menos uma conquista nós teremos", apostou.

Nesta linha de um ano vitorioso, Walter chegou a dizer que até a Seleção Brasileira passa a entrar nos planos. "Com o Atlético-PR tendo bons resultados e eu conseguindo repetir o que eu fiz em 2013, quando jogava pelo Goiás, tenho certeza que é um sonho possível", disse o atacante.

Sobre a polêmica envolvendo Atlético-PR e Sport, no início do ano, Walter disse que tudo ocorreu por conta das dificuldades impostas pelo Porto-POR na negociação. "O presidente Petraglia me disse que estava difícil. Nisso o pessoal do Sport estava acertado com eles. De repente, do nada, o Petraglia me ligou e disse que resolveu, que o futuro estava nas minhas mãos. Eu falei para ele comprar a passagem para o dia seguinte que eu voltaria", revelou o atleta.

Além disso, a estrutura do Atlético-PR foi apontado pelos dirigentes como um dos diferenciais. "Além do que, o Walter é muito inteligente e sabe que essa foi a melhor escolha para a carreira dele. Não é apenas a estrutura física em si, mas também a forma como ele foi acolhido e como ele é querido pelo clube e pela torcida", complementou o presidente Sallim Emed.