Daniel Piva
28/11/2016
21:54
Curitiba (PR)

Com um golaço de Marinho, o Vitória bateu o Coritiba por 1 a 0, no Couto Pereira, na noite desta segunda-feira, e está muito perto de garantir a permanência na Série A do Brasileirão. O time passou o Sport e abriu três pontos do Internacional, time que abre a zona de rebaixamento. Um empate no domingo com o campeão Palmeiras, em Salvador, garantirá o time na elite sem depender de contas. 

Com a necessidade do resultado, o Vitória adotou uma postura ofensiva no início da partida. O principal nome do time baiano era o atacante Marinho, que, atuando aberto pelo lado direito do ataque, levava muito perigo. Até que, aos dez minutos, após uma linda jogada, o jogador-sensação desta reta final do Campeonato Brasileiro abriu o placar, deixando para trás três marcadores e batendo firme da entrada da área.

Com o 1 a 0, o Vitória mudou o ritmo e passou a adotar uma postura mais defensiva. O Coritiba tinha dificuldades para superar a forte marcação e, quando conseguia, parava no goleiro Fernando Miguel, que fez importantes defesas na primeira etapa em arremates de Leandro e Kazim. Já o time do técnico Argel Fucks tentava explorar os contra-ataques para ampliar. Na melhor chance criada, Marinho fez boa jogada pela direita, mas bateu pela linha de fundo.

No início do segundo tempo, o Coritiba passou a ter o domínio da posse de bola e pressionou muito. Walisson Maia, de cabeça, após cobrança de escanteio, e Leandro, em um arremate colocado da entrada da área, exigiram grandes defesas do goleiro Fernando Miguel.

O Vitória ficou acuado e teve dificuldades para acertar contra-ataques. Quando conseguiu, por muito pouco não fez o segundo. Após um cruzamento de Marinho, desta vez aberto pelo lado esquerdo do campo, o goleiro Wilson conseguiu desviar e atrapalhou o lateral Euller, que cabeceou por cima  do gol.

Em outro contra-ataque perigoso, o Vitória quase ampliou aos 31 minutos. Kieza fez boa jogada pela esquerda e tocou Thiago Real, que bateu forte, de dentro da área, e obrigou o goleiro Wilson a fazer uma difícil intervenção.

Com o resultado positivo, o Vitória chegou a marca de 45 pontos e está muito próximo de garantir a permanência na elite. O time ultrapassou o Sport e abriu três pontos em relação a zona de rebaixamento. Além disso, o time baiano possui uma vantagem considerável no quesito saldo de gols contra o Internacional (a equipe de Salvador tem -1 no quesito, enquanto o Inter tem -6).

Na última rodada, o Vitória enfrentará o Palmeiras, no Barradão. Um empate garante o time baiano na Série A. Já o Sport pega o Figueirense, que já caiu, na Ilha do Retiro, precisando vencer para se garantir. E o Internacional vai até o Rio de Janeiro jogar contra o Fluminense. Além de vencer, o Colorado tem que secar um dos dois concorrentes - o Sport pode até empatar, mas o Vitória tem que perder e o Colorado precisa reverter o saldo de gols.

CORITIBA 0 X 1 VITÓRIA

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data-hora: 28/11/2016 – 20h00
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Christian Passos Sorence (GO)
Público/Renda: 12.755 pagantes/ 13.556 total/ R$ 223.095,00.
Cartões amarelos: Leandro, Nery Bareiro, Yan, Dodô e Vinícius (CFC); Kanu, William Farias, Norberto e Kieza (VIT)
Gol: Marinho, 10'/1ºT (0-1)

CORITIBA:
Wilson; Dodô, Walisson Maia (Juan/ 24`2ºT), Nery Bareiro e Juninho; Amaral, Kazim (Evandro/ 30`2ºT), Leandro, Yan e Iago (Vinícius/ Intervalo); Kleber. Técnico: Paulo César Carpegiani.

VITÓRIA:
Fernando Miguel; Norberto, Victor Ramos, Kanu e Euller; Willian Farias, Marcelo e Cárdenas (Thiago Real/ 21`2ºT); Marinho (Amaral,/38`2ºT), Kieza e Zé Eduardo (David/ 33`2ºT). Técnico: Argeu Fucks.