Shogun

Lesão que tirou Shogun do combate contra Rashad Evans, em abril, ainda impede o lutador de se preparar para o compromisso em Curitiba (Foto: Reprodução)

Daniel Piva
01/04/2016
15:03
Curitiba (PR)

Faltam 43 dias para o UFC 198 acontecer. Mas, mesmo assim, um dos principais nomes do evento não está conseguindo a preparação ideal. Trata-se do lutador Maurício Shogun, que é natural de Curitiba e vai lutar em casa. O motivo é a lesão no joelho, que o impediu de encarar Rashad Evans, em abril.

A contusão não está 100% resolvida, o que impede treinamentos mais pesados do lutador, que minimiza o fato. Apesar disso, Maurício Shogun demonstra otimismo para o duelo diante de Corey Anderson, na Arena da Baixada.

- Estou quase 100%. A ênfase da lesão ainda é na fisioterapia. Na próxima semana, eu devo estar zerado. Ele (Anderson) é um cara duro, que gosta de trocar, de explorar o ground and pound. Mas eu estou pronto para todas as áreas. Estou muito confiante para conseguir estar vitória na minha cidade - revela o ex-campeão do peso meio-pesado.

Torcedor declarado do Coritiba, Shogun evita polêmicas por lutar na Arena da Baixada, estádio do Atlético-PR. Durante a semana, o lutador ganhou uma camisa oficial do Furacão e fotos foram divulgadas.

- Todo mundo que me conhece sabe que eu sou coxa-branca e até hoje vou ao estádio. Mas quem me conhece sabe que eu não misturo isso com o trabalho. Tanto é que tenho também o carinho dos atleticanos e dos paranistas. Vou estar em casa por ser em Curitiba - brinca o lutador.