Rafael Galhardo

Rafael Galhardo tem estreia garantida na Ilha do Retiro. (Gustavo Oliveira/Atlético-PR)

Guilherme Moreira
29/07/2016
17:10
Curitiba (PR)

Próximo do G-4, o Atlético-PR espera entrar ou, pelo menos, seguir perto do seleto grupo na partida contra o Sport neste sábado, às 18h30, na Ilha do Retiro. O time, entretanto, tem vários desfalques e duas estreias confirmadas.

O lateral-direito Léo, o zagueiro Thiago Heleno, os volantes Otávio e Hernani, o meia Vinícius e o atacante Walter estão fora do confronto - o primeiro e o último suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Os demais serão poupados, fazendo parte do rodízio.

O Furacão ainda tem quatro jogadores lesionados: Cleberson (lesões na face e no joelho), Deivid (fratura na costela), Nikão (lesão na coxa direita) e André Lima (lesão na coxa esquerda), machucados, continuam entregues ao departamento médico.

Com isso, o técnico Paulo Autuori promove dois estreantes. Rafael Galhardo, um dos contratados na janela internacional, tem vaga garantida na ala direita. Vindo da Bélgica e com apenas um jogo feito em 2016, o jogador afirma que o time vai em busca da vitória.

- No Campeonato Brasileiro, você tem que fazer o dever de casa e somar ponto fora. Um ou três. Vamos buscar os três. Se conseguir, vamos colar no pessoal na frente e brigar pelo G-4 o campeonato todo - afirmou

No meio, outros dois reforços disputam uma vaga: Lucas Fernandes e Luciano Cabral. O treinador rubro-negro faz mistério e não confirmou quem começa jogando. A possibilidade de usar ambos foi descartada.

- Existem três jogadores nesta situação (que podem estrear). O Galhardo vai jogar. Temos o Lucas Fernandes e o Luciano Cabral. Um dos dois, junto com o Galhardo, vai iniciar. Não vou colocar os três porque seria 30% da equipe praticamente nova. São três jogadores que ainda não estão habituados ao que queremos por terem treinado muito pouco. Mas um vai iniciar, Lucas
Fernandes ou Luciano Cabral. E o outro pode entrar no decorrer - explicou Autuori.

Sem um atacante de referência, o Furacão deve ir a campo com: Weverton; Rafael Galhardo, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Marcão (Renan Souza), Matheus Rossetto, Luciano Cabral (Lucas Fernandes), João Pedro (Juninho), Marcos Guilherme; Pablo.

- Alguns jogadores jogaram com sacrifício muito grande, com dores (contra a Chapecoense, quarta-feira, pela Copa do Brasil). Para evitar problema maior no futuro, alguns tiveram que ficar. Queremos que os jogadores estejam inteiros nos próximos jogos, contra Corinthians, Flamengo. Confiamos naqueles que vão entrar. A estrutura do time é a mesma. Todos sabem a função que têm que exercer. Acredito que, no aspecto coletivo, vamos bem. Espero que, individualmente, os jogadores estejam inspirados - finalizou o treinador atleticano, comentando sobre as inúmeras mudanças.

Quinto colocado da Série A, com 27 pontos, o Atlético-PR precisa vencer e torcer para o Santos, atual quarto colocado, com 29 pontos, perder na rodada para entrar no G-4.