Richard

Goleiro de 26 anos pediu para ficar para disputar a Série A. (Mourão Panda/América-MG)

Daniel Piva e Guilherme Moreira
20/12/2017
22:06
Curitiba (PR)

A novela envolvendo o goleiro Richard, 26 anos, e o Paraná está bem próxima do fim. A vontade do arqueiro é continuar na Vila Capanema e o Água Santa-SP deve atender ao pedido do jogador, de acordo com apuração do LANCE!, para fazer, pelo menos, um novo empréstimo. Há possibilidade de compra.

A negociação entre as partes teve idas e vindas. O acordo esteve basicamente acertado e a direção paranista se mantinha segura com sua permanência para a próxima temporada, passando a focar em outras opções do mercado. Nos últimos dias, entretanto, o clube de Diadema mudou o discurso e chegou a endurecer as tratativas, só liberando pela negociação dos direitos econômicos.

Uma postagem do goleiro em uma rede social, parabenizando o Tricolor pelos 28 anos de existência na terça-feira deixou a torcida intrigada, achando que poderia ser uma despedida. A cúpula, que vem adotando a filosofia de conter gastos, apostando no "bom e barato" e sem entrar em leilão, mesmo com o salto da cota de TV (R$ 23 milhões, no mínimo), passou a discutir se investiria na aquisição do atleta. Mas nem precisará, ao menos por enquanto.

O L! apurou que o goleiro, percebendo o longo impasse, interviu nas conversas e pediu aos dirigentes do time paulista para mantê-lo no Paraná em 2018. A solicitação deve ser atendida e Richard ficará em Curitiba novamente, provavelmente por empréstimo até o final do ano que vem. Ele tem contrato com o Água Santa-SP até junho de 2021. A única forma de melar sua vinda é o surgimento de alguma equipe disposta a comprá-lo - a direção paranista, caso haja essa proposta, pode oferecer outro valor.

Contratado após a lesão de Léo na Primeira Liga, que veio a se transferir para o rival Atlético-PR na sequência, o arqueiro paranista deu conta do recado e foi fundamental na campanha do acesso à Série A. Ele disputou 34 jogos com a camisa azul, vermelha e branca neste ano - 32 pela Série B. Além de Richard, o Tricolor repatriou Luís Carlos, que estava no Vila Nova-GO, para ser o reserva imediato. Vale lembrar que o experiente Marcos se aposentou ao fim da Série B.

Dupla corintiana mela

Se o Paraná conseguiu manter Richard, a dupla Mantuan e Marciel não vem para Curitiba. Enquanto o primeiro fica no Corinthians, a pedido do técnico Carille, o segundo preferiu se transferir para a Ponte Preta. Mesmo assim, o Tricolor vai olhar as opções no Coringão para tentar trazer algum atleta não aproveitado no gigante paulista.