Paraná x Náutico

Tricolor, novamente, teve dificuldades para criar chances de gols. (Joka Madruga/Paraná)

Guilherme Moreira
24/09/2016
20:35
Curitiba (PR)

O Paraná perdeu para o Náutico por 2 a 1 na tarde deste sábado, na Vila Capanema, pela vigésima sétima rodada da Série B, e acendeu de vez o alerta na luta contra o rebaixamento para a Série C. É a terceira derrota seguida do time paranaense, que vê a ZR se aproximar cada vez mais.

O Timbu dominou a maior parte da partida e fez o placar ainda no primeiro tempo. Em boa troca de passes, Marco Antônio acionou Rodrigo Souza, entrando sozinho na meia luta, para tocar no canto direito de Marcos, aos 26 minutos. 0x1. Rony, no primeiro minuto da segunda etapa, ampliou ao ser lançado em velocidade novamente por Marco Antônio e dar um leve toque por cima na saída do goleiro. 0x2. Uchôa ainda foi expulso poucos minutos depois. Fernando Karanga descontou para o time paranista ao aproveitar cobrança de falta da direita, de Nadson, e chutar de esquerda de primeira, aos 17 minutos do segundo tempo. 1x2.

- Precisamos reagir, buscar alternativas e montar um time mais brigador. Não vejo como falta de disposição, falta de vontade. A gente sabe que uns são mais aguerridos, outros mais técnicos. Mas talvez seja o momento de buscar os mais aguerridos, que tragam força, disposição maior, por característica - comentou o técnico Marcelo Martelotte.

Com aproveitamento de apenas 37%, o treinador se esquivou de falar sobre uma possível demissão, mas admitiu que não está confortável com atual situação na tabela. O comandante paranista evitou falar sobre projeções no torneio e preferiu falar em jogo a jogo.

- A única maneira de sair dessa situação é brigar por cada bola, cada ponto, seja dentro ou fora de casa. Estamos não somente mais próximos da zona de rebaixamento, como se distanciando da briga pelo acesso, nosso primeiro objetivo. Eu definir aonde vamos brigar na classificação não resolve nosso problema, seria um palpite, fazer projeção no futebol é muito fácil de errar. Precisamos brigar pelo próximo jogo, pelos próximos três pontos - finalizou Martelotte.

O resultado deixa o Paraná na décima quarta posição, com 33 pontos, apenas seis à frente do Bragantino, primeiro da zona do rebaixamento, que ainda complementa a rodada. O Tricolor agora tem dois jogos fora de casa: o Goiás, na próxima quinta-feira, no Serra Dourada, e a Luverdense, no dia 4 de outubro, em Lucas do Rio Verde.