Presidente Samir Namur admitiu que o atual elenco teria dificuldades na Série B

Presidente Samir Namur admitiu que o atual elenco teria dificuldades na Série B (Foto: Rádio Transamérica Curitiba)

Daniel Piva
14/03/2018
22:59
Curitiba (PR)

Eliminado da Copa do Brasil, o Coritiba vive um momento conturbado. Com o empate desta quarta-feira, por 1 a 1, com o Goiás, o Coxa chega a marca de cinco partidas sem vencer e passa pelo pior momento até aqui na temporada. O presidente Samir Namur admite preocupação com o futuro, especialmente com a Série B, mas defende o planejamento da diretoria e o trabalho do técnico Sandro Forner.

- Sabemos que somente a base teria dificuldades de conseguir o acesso. Mas dentro do planejamento, observando, alguns atletas da base vão nos ajudar e vamos incorporar atletas experientes para nos ajudar no elenco - garante o presidente Samir Namur.

Embora o dirigente não tenha citado um número específico, o Coritiba deve buscar pelo menos cinco atletas com mais experiência. O primeiro deles deve ser o lateral Carlos César, do Atlético-MG.

Apesar de admitir a preocupação com o elenco, Samir Namur defende o planejamento do clube e garante que o técnico Sandro Forner e o diretor Augusto Oliveira possuem a confiança da diretoria. 

- Foi eleito um projeto, foi eleito um plano de metas que deixou muito claro que o projeto é a longo prazo. Isso não é segredo para ninguém. O Coritiba teve nos últimos três anos sete treinadores e cinco diretores de futebol. O que é que o torcedor quer? Que a gente repita a mesma coisa, que gerou um caminhão de dívidas e colocou o clube na segunda divisão? - desabafa o presidente.