Ponte Preta x Atlético-PR

Ponte assume a quinta colocação da Série A com a vitória. (Foto: Rodrigo Villalba/Lancepress!)

Guilherme Moreira
15/06/2016
21:37
Curitiba (PR)

Sem inspiração, o Atlético-PR perdeu para a Ponte Preta por 3 a 2 nesta quinta-feira, no Moisés Lucarelli, pela oitava rodada da Série A. Com falhas do sistema defensivo, o Furacão brecou a reação na competição, que vinha de duas vitórias consecutivas, enquanto a equipe da casa encostou no G-4.

A Macaca começou a partida em cima. No primeiro minuto, Reinaldo cobrou falta e Roger, sozinho, cabeceou para fora. No minuto seguinte, Wanderson afastou novo cruzamento de falta para a entrada da área, a bola voltou e Pablo, de cabeça, foi tirar e mandou nos pés de Fábio Ferreira, que acertou um bonito chute sem deixar a bola cair: 1 a 0.

A resposta rubro-negra veio oito minutos depois. Walter bateu falta rasteira da direita, a bola passou por toda a zaga e Paulo André, chegando sem marcação, teve apenas o trabalho de colocar para as redes e empatar.

Aos 17, Reinaldo foi lançado em velocidade, cortou Deivid já dentro da área e, de direita, chutou cruzado para assustar Weverton. Com 26, novamente em bola parada, dessa vez Hernani chutou forte, a bola quicou antes de chegar ao gol e foi na trave após desvio de João Carlos.

Bem postado defensivamente, após iniciar o duelo com erros de posicionamento, o Furacão conseguiu administrar o duelo até o final da primeira etapa. A Ponte, com problemas na criação, tinha dificuldades de infiltração.

Na segunda etapa, o time da casa tentou explorar o lado esquerdo com Clayson e Reinaldo, e deu certo. Aos 15, o lateral tabelou com Roger, driblou Deivid, entortou Paulo André e, com categoria, bateu no canto direito do arqueiro, marcando um golaço: 2 a 1.

Antes do gol, a equipe atleticana tentava explorar jogadas rápidas. O problema principal era a quantidade de passes errados, além dos atletas de criação também estarem sumidos do duelo. Para piorar, com 23, Wanderson escorregou ao afastar o contra-ataque, Weverton trombou com o zagueiro ao pegar a bola e sobrou para Jefferson, com o gol escancarado, rolar para as redes, em uma enorme lambança: 3 a 1.

Atrás do placar, Autuori decidiu mexer e colocou Vinícius e Giovanny nas vagas de André Lima e Nikão, respectivamente. Mais pro final, Ewandro ainda entrou na vaga de Pablo, que fez uma péssima partida. Nesse perído de alterações, dois chutes perigosos de Walter. Um parou em João Carlos, e o outro foi no ângulo após a bola sobrar para ele na entrada da área: 3 a 2.

Com a vitória, a Ponte Preta pula para a quinta posição, com 13 pontos - Atlético-PR fica na décima colocação, com dez pontos. Na próxima rodada, a Macaca enfrenta o Atlético-MG no domingo, às 11h, no Independência, enquanto o Furacão recebe o Santos no sábado, às 18h, na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 3X2 ATLÉTICO-PR

Local
: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data-Hora: 15/6/2016 - 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Público/renda: 3.090 pagantes /R$ 44.930,00
Cartão amarelo: Pablo (CAP)
Gols: Fábio Ferreira (2/1ºT) (1-0), Paulo André (10/1ºT) (1-1), Reinaldo (15/2ºT) (2-1), Jefferson (23/2ºT) (3-1), Walter (46/2ºT) (3-2)

PONTE PRETA: João Carlos; Jeferson, Fábio Ferreira, Kadu e Reinaldo; João Vitor, Renê Júnior (Matheus Jesus), Cristian (Thiago Galhardo) e Clayson (William Potker); Felipe Azevedo e Roger. Técnico: Eduardo Baptista.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Deivid, Hernani e Pablo (Ewandro); Nikão (Giovanny), Walter e André Lima (Vinícius). Técnico: Paulo Autuori.