Paraná x Criciúma

Bruno Baio marcou um e sofreu o pênalti no triunfo do Tigre contra o Paraná. (Reprodução/PFC)

Guilherme Moreira
12/11/2016
19:25
Curitiba (PR)

No "dia do fico", o Paraná perdeu por 2 a 1 para o Criciúma neste sábado, na Vila Capanema, pela trigésima sexta rodada da Série B. Apesar do revés, o clube paranaense garantiu permanência no torneio para 2017, já que o Bragantino e Joinville também foram derrotados na rodada e não podem mais alcançá-lo na tabela.

"Sem compromisso" no torneio, o time catarinense atuava solto em campo e se aproveitava da desorganização da equipe da casa. Aos 10, Diego Giaretta cruzou da esquerda, Rafael Carioca afastou mal e Bruno Baio chutou no ângulo para abrir o placar. 0x1.

Na frente, o Tigre continuou melhor no jogo e o ex-jogador paranista Ricardinho teve duas chances de ampliar. Com 16, o lateral-direito bateu rasteiro próximo à trave. Três minutos depois, o atleta apareceu dentro da área e mandou para fora.

O Tricolor só chegou aos 26. Lúcio FLávio disputou bola na área e sobrou para Nadson, que ajeitou e mandou colocado na trave. Com 30 foi a vez de Murilo Rangel aproveitar rebatida da zaga para chutar nas mãos de Luiz.

Quatro minutos depois, Karanga recebeu em velocidade, driblou o marcador e tentou encobrir o arqueiro, mas foi por cima do travessão. No fim, o Criciúma quase ampliou. Em cobrança de falta da direita, Diego Giaretta soltou uma bomba que explodiu na trave.

Na volta do intervalo, o time paranista ficou com 10 logo no começo. Fernando Karanga fez falta, levou amarelo, aplaudiu ironicamente o árbitro Elmo Alves Resende Cunha (GO) e recebeu o vermelho. Com 10, em falta da esquerda, Bruno Baio desviou de cabeça e a bola passou perto da trave.

Aos 20, Nadson arriscou de longe e quase empatou. E, mesmo com um a menos, o Tricolor chegou ao empate, com 24. Nadson bateu escanteio da direita e Leandro Silva apareceu sozinho na pequena área para, de cabeça, afundar as redes. 1x1.

A igualdade, entretanto, durou pouco. Aos 29, Pitty derrubou Bruno Baio na área e a arbitragem assinalou pênalti. Na cobrança, Roberto cobrou do lado esquerdo e marcou seu quarto gol na competição. 1x2. Dois minutos depois, Lúcio Flávio também foi expulso por dar um carrinho. No fim, Diego Giaretta foi outro que levou o vermelho.

Com a derrota, o Paraná segue na décima quinta colocação, com 40 pontos - o Criciúma é o décimo segundo, com 50. Na próxima rodada, o Tricolor enfrenta o Ceará no sábado, às 19h30, no Castelão, enquanto o Tigre recebe o Vasco da Gama no mesmo dia, às 16h30, no Heriberto Hulse.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 1X2 CRICIÚMA

Local
: Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Data-hora: 12/11/2016 – 17h30
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público/Renda: 1.274 pagantes/R$ 16.895,00
Cartões amarelos: Fernando Karanga, Murilo Rangel e Lúcio Flávio (PAR); Ricardinho, Bruno Baio, Rômulo e Diego Giaretta (CRI)
Cartões vermelhos: Fernando Karanga e Lúcio Flávio (PAR); Diego Giaretta (CRI)
Gols: Bruno Baio, 10'/1ºT (0-1); Leandro Silva, 24'/2ºT (1-1); Roberto, 29'/2ºT (1-2)

PARANÁ: Marcos; Leandro Silva, Pitty, João Paulo e Rafael Carioca (Henrique Gelain, intervalo); Anderson Uchôa (Wellington Reis 30'/1ºT), Murilo Rangel (Yan Philippe 33'/2ºT), Diego Tavares e Nadson; Lúcio Flávio e Fernando Karanga. Técnico: Roberto Fernandes.

CRICIÚMA: Luiz; Raphael Silva, Diego Giaretta e Nathan; Ricardinho, Douglas Moreira, Ruan, Caíque Valdívia (Juninho 37'/2ºT) e Rômulo (Thiago Humberto 21'/2ºT); Bruno Baio (Jheimy 39'/2ºT) e Roberto. Técnico: Roberto Cavalo.