Paraná x Chapecoense

Nadson comemora o primeiro gol, de falta, na Vila Capanema. (Divulgação/Paraná)

Guilherme Moreira
12/05/2016
00:06
Curitiba (PR)

Mesmo saindo atrás do placar e com um a menos, o Paraná fez o dever de casa e venceu a Chapecoense nesta quarta-feira por 2 a 1, na Vila Capanema, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Apesar de levar um tento, o time paranista valorizou a virada.

O gol do adversário, de Bruno Rangel, saiu aos 19 minutos da primeira etapa, em falha do volante Jean. Com 40, Nadson cobrou falta e fez um bonito gol para empatar o duelo antes do intervalo.

Na segunda etapa, o volante paranista mais uma vez teve participação negativa, sendo expulso. Com 10 em campo, o Tricolor atuou até melhor e Robson sofreu pênalti, conseguindo a expulsão de Gimenez e igualando o número em campo. Na cobrança, Nadson virou e garantiu o triunfo. 

- Foi importante pelas circunstâncias. Tivemos um erro e levamos o gol. Ficamos ansiosos, mas fizemos o gol e, com muita luta, buscamos a virada. Infelizmente tomamos um, mas vencemos - afirmou o capitão Marcos.

Autor dos dois gols do Tricolor na partida, o meio-campista Nadson evitou falar em heroísmo no confronto. O camisa 8 acredita que a partida anima a equipe para a estreia da Série B no sábado, contra o Brasil-RS, em Pelotas.

- É melhor vencer do que empatar. Não fui herói, mas pude ajudar a equipe. Todos foram importantes e conseguimos essa vantagem para o duelo da volta. Dá moral para a estreia - finalizou.

No dia 18 de maio, os times voltam a se enfrentar na Arena Conda, em Chapecó. O Tricolor joga por empate ou vitória, além de derrotas a partir de 3x2.