Chapecoense x Paraná

Paraná até criou na primeira etapa, mas foi nulo no segundo tempo. (Cleberson Silva/Chapecoense)

Guilherme Moreira
18/05/2016
22:49
Curitiba (PR)

Eliminado da Copa do Brasil ao ser derrotado pela Chapecoense por 2 a 0 nesta quarta-feira, na Arena Condá, o Paraná lamentou novo gol no início do jogo e falhas bobas da equipe. Após a partida, o Tricolor cobrou que é hora de parar de errar e trabalhar mais.

Com a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, o time paranaense precisava de um empate para avançar. Mas, logo aos 2 minutos do primeiro tempo, Kempes abriu o placar de cabeça. No final de semana, diante do Brasil-RS, na Série B, a equipe levou um gol aos 5.

- É difícil poder explicar. Não era o que a gente gostaria, queríamos ir o mais longe possível. O gol dificultou bastante, ficamos ansiosos. A gente sabe que era importante a classificação pela questão financeira, mas, infelizmente, não conseguimos. Luta não faltou - comentou Marcos. 

Na segunda etapa, aos 35, o volante Anderson Uchôa perdeu a bola em seu campo, Hyoran acionou o lado esquerdo e, após cruzamento na área, Cleber Santana cabeceou para ampliar. A falha foi parecida com a partida de ida, quando Jean também erro e teve a bola roubada para Bruno Rangel concluir na sequência da jogada.

- Levamos gol no início novamente, fica difícil. Temos que parar de dar presentes para os outros, por falhas nossas. Bolas em nossos domínios, perdemos e levamos. Tem que parar de errar, de justificar derrota e voltar a vencer - cobrou o técnico Claudinei Oliveira.

Mais que a perda da vaga na terceira fase da Copa do Brasil, o Paraná perdeu R$ 660 mil de premiação. A quantia pagaria, praticamente, duas folhas salariais do clube paranaense que, apesar de estar com salários em dia, sonhava com a quantia para ter um ano mais tranquilo.

- Era fundamental a classificação, tínhamos equipe para isso. Estou chateado, porque vi que dava para passar. Não ficou longe. Perdemos financeiramente também, mas temos que levantar a cabeça e buscar o objetivo na Série B - completou o comandante paranista.

No sábado, o Tricolor recebe o Bahia pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, às 16h30, na Vila Capanema.