Mantuan, do Corinthians

Mantuan, 20 anos, é do interesse paranista durante toda a temporada - assim como Marciel (Foto: Carlos Bezerra)

Guilherme Moreira
16/12/2017
13:31
Curitiba (PR)

Apesar de não se manifestar oficialmente, o Paraná vem trabalhando e encaminhando reforços para a próxima temporada. O clube paranaense, que voltou à Série A, está próximo de fechar um 'pacotão' de jogadores.

Com a aposentadoria de Marcos, o Tricolor vai repatriar Luís Carlos. O goleiro de 30 anos, que defendeu o Vila Nova-GO nesta temporada, negociava o retorno e fechou o acerto. Formado nas categorias de base e revelado no time da Vila Capanema, ele pediu a volta para ficar próximo da família. O goleiro Vinicius Silvestre, do Palmeiras, era outra opção, mas a negociação não avançou. O titular do acesso, Richard, também deve permanecer.

Já na zaga, o nome que vem negociando é Neris, 25 anos. Com lesões durante a temporada, o Sport optou por não renovar seu contrato e, livre no mercado, o caminho ficou aberto para o Paraná. Ele, que ainda defendeu o Internacional no primeiro semestre, se destacou no Santa Cruz no ano passado e pode fazer dupla com Maidana, que segue negociando para ficar no clube. As possibilidades são as seguintes: compra dos direitos econômicos, empréstimo 'seco' ou uma troca pelo lateral-direito Cristovam, que interessa o Tricolor paulista. A diretoria são-paulina não possui interesse em mantê-lo no elenco. Seu contrato é até setembro de 2018.

No meio-campo, a cúpula paranista avançou para trazer os volantes Mantuan e Marciel - esse também atua como lateral-esquerdo. A dupla do Corinthians já foi tentada durante a Série B, mas agora a negociação está adiantada. Já o meia Alan Mineiro não deve vir. Assim como na tentativa antes do Brasileiro, o clube vê que seu estafe está tentando novamente fazer um leilão com Ceará, Vila Nova-GO e Fortaleza e optou por recuar nas tratativas, apesar de ter sido sinalizada que teria prioridade.

Assim, a bola da vez é o meia Bruno Nazário, 22 anos. Pertencente ao Hoffenheim-ALE, o jogador marcou sete gols pelo Guarani e despertou o interesse do Tricolor durante a temporada. A vinda dele, entretanto, está atrelada a condição do clube alemão poder solicitar sua volta na janela do meio do ano que vem. A opção não agrada muito, já que viu o Internacional fazer o mesmo por Alex Santana e não utilizar. Como não há interesse na mesma competição, nesse caso, a possibilidade está sendo analisada e a chance de acerto é alta. Nenê Zine, empresário de Nazário, também cuida do meio-campista Renatinho e aguarda a resposta paranista. O entrave está no salário.

Por fim, no ataque, o Paraná espera fechar com um centroavante. Lucão, do Criciúma, é o alvo e sua definição pode ser selada na próxima semana - ele não ficará no time catarinense. O plano B é o experiente Zé Carlos, que está no CRB-AL.

Até o momento, o Paraná tem três reforços: o zagueiros Charles (Joinville) e a dupla Alex Santana (meio-campista) e Diego Gonçalves (atacante), do Internacional. O elenco se apresenta ano dia 2 de janeiro.