LANCE!
25/03/2018
19:11
Curitiba (PR)

O Paraná está fora do Campeonato Paranaense. Na tarde deste domingo, o Tricolor empatou com o Londrina por 1 a 1 na Vila Capanema, mas acabou derrotado na disputa por pênaltis e está eliminado da competição. Já o Tubarão aguarda o ganhador do confronto entre Atlético-PR x Maringá, para saber quem vai ser o adversário na final da Taça Caio Júnior.

No primeiro tempo o Paraná começou dominando as ações da partida. No entanto, o time perdeu logo aos 15 minutos o meia Carlos Eduardo, que sentiu a posterior da coxa. Sem o principal jogador, o Tricolor demorou um pouco para se entender em campo e passou a ver o Londrina chegar com muito perigo.

Na primeira boa chegada do Tubarão, o zagueiro Márcio salvou em cima da linha um arremate do atacante Carlos Henrique. Já aos 31, a defesa paranista bobeou, o Londrina cobrou rápido uma falta no meio de campo e Marcelinho cruzou para Wesley, de cabeça, abrir o placar na Vila Capanema.

A partir daí o Paraná voltou a pressionar muito. A chance do empate veio aos 36 minutos, quando o árbitro marcou penalidade máxima alegando que o zagueiro do Londrina cortou a bola com a mão. Na cobrança, Diego mandou por cima do gol.

Logo depois da penalidade máxima perdida, o Paraná chegou mais uma vez com perigo. Na mesma jogada, Wesley Dias e Diego exigiram boas defesas do goleiro Alan. 

Na etapa final, o jogo passou a ser de ataque contra defesa. O Paraná pressionou muito e teve boas chances de marcar com Matheus Pereira, Thiago Santos e Zezinho, mas enquanto os dois primeiros pararam no goleiro Alan, o último mandou pela linha de fundo, de cabeça, uma oportunidade incrível.

Aos poucos, o Londrina passou a explorar bem os contra-ataques. Em dois deles, o segundo gol ficou muito perto, mas as finalizações de Wesley e Carlos Henrique foram pela linha de fundo.

Com o jogo totalmente aberto, o Paraná chegou ao gol de empate aos 36 minutos. Diego bateu rasteiro e cruzado e Vítor Feijão aproveitou para empurrar a bola para o fundo da rede. 1 a 1, resultado que levou a decisão para os pênaltis.

Nas penalidades máximas, destaque para o goleiro Alan, do Londrina, que defendeu as cobranças de Matheus Pereira e Diego. Como todos os jogadores do LEC marcaram as chances que tiveram, o Tubarão venceu por 4 a 2 e se classificou.