Goleiro Santos defendeu a cobrança do atacante Wescley, do Ceará

Goleiro Santos defendeu a cobrança do atacante Wescley, do Ceará (Foto: Miguel Locatelli/ Divulgação Atlético-PR)

LANCE!
16/03/2018
00:08
Curitiba (PR)

Mais uma vez o Atlético-PR sofreu, mas sobreviveu na Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza, o Furacão superou o desgaste físico com direito a, no mínimo, cinco atletas lesionados e eliminou o Ceará. A classificação veio da maneira mais dramática possível: nos pênaltis. No tempo normal, empate por 1 a 1. Nas penalidades máximas, 6 a 5 para o time atleticano.

O começo do jogo foi morno.  O Furacão dominava as ações, e na primeira boa chegada marcou. Thiago Carleto cruzou da esquerda e Guilherme, de voleio, fez um bonito gol na Arena Castelão. 

A partir daí, o Ceará foi para cima e passou a sufocar o Atlético-PR. Até que, aos 33 minutos, Pio cruzou da direita, Arthur Cabral ajeitou de cabeça e Felipe Azevedo marcou. 1 a 1.

Para piorar a situação, o Atlético-PR, que foi apenas para o quarto jogo na temporada, passou a conviver com problemas físicos. Ainda no primeiro tempo, Wanderson e Jonathan sentiram lesões musculares e pediram para sair. Já na etapa final, Raphael Veiga virou o pé, dentro da grande área, e também se machucou. Com as três alterações feitas por motivo de força maior, o Furacão ainda viu nomes como Thiago Carleto, Guilherme Camacho e Matheus Rossetto se sacrificarem.

O Ceará também sentiu o ritmo e poucas chances boas aconteceram no segundo tempo. A melhor oportunidade foi aos 47, quando Thiago Carleto cobrou falta com muita força, o goleiro Everson deu rebote e Lucho cabeceou por cima. Assim, o placar final foi mesmo de 1 a 1.

Na decisão por pênaltis, Felipe Azevedo, pelo Ceará, e Thiago Carleto, do Atlético-PR, desperdiçaram as cobranças. Nas alternadas, Wescley parou no goleiro Santos e Esteban Pavez fez para o Furacão e confirmou a classificação.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ (5) 1X1 (6) ATLÉTICO

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE).
Data: Quinta-feira, 15 de março de 2018.
Horário: 21h30.
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO).
Assistentes: Leone Carvalho Rocha (GO) e Márcio Soares Maciel (GO).
Gols: Guilherme, aos 13′1ºT (0-1); Felipe Azevedo, aos 33′1ºT (1-1).
Cartões amarelos: Matheus Rossetto e Guilherme (CAP).

Ceará: Everson; Pio, Luiz Otávio, Valdo e Rafael Carioca (Romário); Richardson, Juninho e Ricardinho (Douglas Coutinho); Andrigo, Felipe Azevedo e Arthur Cabral (Wescley).
Técnico: Marcelo Chamusca.

Atlético-PR: Santos; Wanderson (Zé Ivaldo), Esteban Pavez e Paulo André; Jonathan (Camacho), Matheus Rossetto, Raphael Veiga (Lucho González) e Thiago Carleto; Guilherme, Nikão e Lucas Ribamar.
Técnico: Fernando Diniz.