Marcos Guilherme, 20 anos, não iniciou bem em 2016

Marcos Guilherme, 20 anos, não iniciou bem em 2016. (Divulgação/Atlético-PR)

Guilherme Moreira
19/02/2016
16:44
Curitiba (PR)

A temporada não começou bem para Marcos Guilherme. Com atuações abaixo da média, o atleta está sendo perseguido pela torcida e deve sair do time titular pela primeira vez no ano. Jovem, o jogador ganhou respaldo do comandante e colegas.

Em cinco jogos no ano, sendo quatro pelo Campeonato Paranaense e um pela Primeira Liga, o camisa 10 não se encontrou ainda na equipe atleticana. O meia vem errando passes simples e segue pecando nas finalizações.

O mau rendimento, inclusive, irritou a torcida. Nos últimos dois jogos em Curitiba, o torcedor rubro-negrou não poupou e vaiou o meio-campista. O treinador Cistóvão Borges, na ocasião, disse que o papel de Marcos Guilherme vinha agradando, principalmente no esquema tático.

- A torcida tem que ter uma compreensão, saber da importância dos jogadores jovens. É normal uma oscilação. O Marcos Guilherme já amadureceu bastante. É um jogador talentosíssimo, de Seleção, tem que cuidar bem. É nosso patrimônio - valorizou o comandante nesta sexta-feira.

Apesar dos elogios, o camisa 10 ficará no banco de reservas diante do Cascavel, em Toledo, pela quinta rodada do Estadual, no domingo. Pela primeira vez entre os suplentes em 2016, Marcos Guilherme também recebeu apoio de seus companheiros.

- A torcida tem o direito de cobrar, eles sabem que o Marcos Guilherme é um excelente atleta, não tenho duvida disso. É um excelente atleta e profissional e nos ajuda muito dentro de campo. Ele está com a cabeça tranquila, procurando trabalhar e evoluir cada dia mais. A gente passa essa tranquilidade - garantiu Otávio, que saiu da última partida com dores no tornozelo, mas se recuperou durante a semana.

No lugar do meia de 20 anos, Anderson Lopes deve assumir a posição. Thiago Heleno também deve fazer sua estreia na vaga de Paulo André. Com isso, Furacão tende a entrar em campo: Weverton; Eduardo, Vilches, Thiago Heleno e Roberto; Deivid, Otávio e Vinícius; Anderson Lopes, Sidcley e André Lima.