Londrina x Paraná

Partida, na soma das duas paralisações, atrasou 20 minutos no Estádio do Café. (Divulgação/Rádio Banda B)

Guilherme Moreira
31/05/2016
21:35
Curitiba (PR)

Em partida válida pela quinta rodada da Série B, Londrina e Paraná empataram por 1 a 1 nesta terça-feira, no Estádio do Café. O confronto, que ficou marcado pelo repetido problema de iluminação (três jogos consecutivos) no local, teve um gol em cada tempo.

Após atrasar o início da partida por conta do apagão nos refletores, o jogo mal iniciou e teve que ser paralisado novamente aos 5 minutos pelo mesmo problema. O reinício aconteceu depois de 14 minutos.

O Tricolor, no retorno, foi obrigado a fazer duas substituições: Rafael Carioca machucou o tornozelo um minuto antes da paralisação, enquanto o goleiro Marcos acusou o músculo da coxa durante novo aquecimento. Fernandes e Wendell entraram, respectivamente.

Com 27, Raí Ramos cruzou na área e Pitty, na tentativa de afastar, cabeceou contra e acertou a trave. A resposta paranista chegou com gol, aos 32. Murilo lançou Robson em velocidade, os zagueiros se atrapalharam na hora de tirar e o camisa 11 avançou sozinho com a bola, driblou o goleiro com categoria e empurrou para as redes. 0x1.

Aos 40, em contra-ataque, Jô foi acionado dentro da área e chutou cruzado para o camisa 12 espalmar, com a zaga afastando. Sete minutos depois, o Tricolor respondeu com Murilo, batendo forte de longe e acertando o travessão. Na última chance da primeira etapa, com 53, a zaga do Paraná falhou, mas Keirrison foi pressionado por Lucas Otávio e chutou em cima do goleiro.

Logo aos 30 segundos, o Tubarão chegou com perigo e quase empatou. Zé Rafael achou Paulinho Mocellin entrando por trás da zaga, que ajeitou dentro da área e chutou na rede pelo ado de fora.

Já aos 8, a melhor oportunidade do time da casa. Jô invadiu a área em velocidade e foi derrubado por Wendell perto da linha de fundo. Na cobrança, Keirrison cobrou fraco no canto direito do camisa 12, que defendeu e evitou a igualdade.

O Paraná só foi chegar com 11, após boa troca de passes do sistema ofensivo, que parou em Lucas Otávio - o volante bateu em cima de Marcelo Rangel. Mas, aos 16, em cruzamento na área, a bola foi desviada e sobrou para Kerrison que, sentado, girou e bateu para fazer. 1x1.

No minuto seguinte, o Tricolor quase ficou à frente do placar de novo. Em nova bobeira do sistema defensivo, Diego Tavares entrou sozinho na área, mas chutou para fora na saída do arqueiro. Com 21, em novo contra-ataque, Robson cortou o zagueiro dentro da área e, na hora de finalizar, isolou por cima da trave.

Aos 31, a equipe paranista voltou a assustar. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Murilo, que cortou o zagueiro fora da área e chutou perto da trave. Três minutos depois, o camisa 10 novamente aproveitou o rebote e mandou por cima do gol.

Robson, de falta, ainda assustou em bola próxima do travessão. Com 39, o clube celeste, em jogada de Paulinho Mocellin, quase virou no cruzamento para Keirrison, que errou a finalização. No minuto final, depois de cobrança de escanteio, João Paulo ajeitou e Robson parou em grande defesa de Marcelo Rangel, que evitou a derrota com um milagre.

Com o empate, o Londrina é décimo primeiro colocado, com cinco pontos - o Paraná fica em sétimo, com oito pontos. Na próxima rodada, o Tubarão recebe o Tupi no sábado, às 16h, no Estádio do Café, enquanto o Tricolor enfrenta o Vila Nova-GO na sexta-feira, às 20h30, no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA 1X1 PARANÁ

Local
: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data-Hora: 31/5/2016 - 19h15 (horário de Brasília)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Luiz Souza Santos Renesto (PR) e João Fábio Machado Brischiliari (PR)
Público/renda: 1.873 pagantes /R$ 27.945,00
Cartões amarelos: Diogo Roque, Sílvio, Germano (LEC), Fernandes, Leandro Silva, Robson (PRC)
Gols: Robson (32'/1ºT) (0-1), Keirrison (16'/2ºT) (1-1)

LONDRINA: Marcelo Rangel; Raí Ramos, Sílvio, Matheus e Léo; Diogo Roque (Paulinho Mocelin), Germano, Rafael Gava e Zé Rafael (Netinho); Jô (Bruno Batata) e Keirrison. Técnico: Claudio Tencatti.

PARANÁ: Marcos (Wendell); Leandro Silva, Pitty, João Paulo e Rafael Carioca (Fernandes); Anderson Uchôa, Lucas Otávio, Diego Tavares e Murilo (Marcelinho); Robson e Lúcio Flávio. Técnico: Claudinei Oliveira.