Coritiba x Vitoria (Foto:Reinaldo Reginato/Fotoarena)

Marinho marcou um golaço que garantiu o triunfo do Vitória no Couto Pereira. (Foto:Reinaldo Reginato/Fotoarena)

Guilherme Moreira
28/11/2016
23:34
Curitiba (PR)

Cumprindo tabela, pela trigésima sétima rodada da Série A, o Coritiba perdeu para o Vitória por 1 a 0 nesta segunda-feira, no Couto Pereira. O triunfo deixa o time baiano bem próximo da permanência na elite do futebol brasileiro.

Mal escalado e com um buraco no meio-campo, o Coxa teve um desempenho muito abaixo do que vinha tendo com o técnico Paulo César Carpegiani. Essa foi a primeira derrota do treinador no estádio alviverde desde que assumiu a equipe no fim do primeiro turno.

Na rodada anterior, com o empate por 2 a 2 diante do Flamengo, aliado aos resultados dos adversários, o Verdão garantiu vaga no Campeonato Brasileiro de 2017. O fato de se livrar do rebaixamento foi visto como natural na queda de rendimento. A torcida, por outro lado, não gostou da fraca exibição e vaiou o time após o apito final.

- Pode ser que tenha pesado. Normal, já que ficamos brigando o ano inteiro lá embaixo. De repente, um relaxamento acontecesse. Uma pena porque a gente queria uma vaga na Sul-Americana e oscilamos o campeonato inteiro. A torcida tem todo o direito de criticar . Temos de fazer um planejamento melhor pra brigar por algo mais em cima. Parece que a gente precisa errar pra depois acordar - analisou Kleber Gladiador.

O experiente Juan, entretanto, foi mais duro nas críticas sobre a derrota desta noite. O jogador, que entrou durante o segundo tempo, disse que o resultado negativo não é bem visto e o time mereceu o protesto.

- Foi uma vergonha. O resultado foi péssimo. Não era a impressão que queríamos deixar para o torcedor - afirmou.

Já o técnico Carpegiani, que renovou com o clube paranaense até o fim de 2017, viu o Leão melhor no duelo. Após um primeiro tempo apático e dominado, a equipe coxa-branca teve três boas chances na segunda etapa. Porém também deu espaço atrás e poderia ver o placar ser ampliado.

- Era nosso último jogo em casa, e o adversário tirou nossos espaços, criando dificuldades para jogarmos. A equipe tentou, buscou, mas o Vitória estava bem postado. Fomos apáticos em campo, mas mais em função do Vitória. Eles estavam marcando em cima e em uma jogada sensacional fizeram o gol. Não conseguirmos fazer as jogadas criativas - finalizou.

No próximo domingo, às 17h, no Moisés Lucarreli, o Coritiba encerra sua participação na Série A contra a Ponte Preta. O Coxa é o décimo quarto colocado, com 47 pontos.