Sport x Coritiba

O meia Diego Souza marcou dois gols, mas perdeu dois pênaltis na partida (Foto: Pablo Kennedy/Lance Net)

LANCE!
29/10/2017
20:20
Curitiba (PR)

Sete gols. Duas viradas. Dois pênaltis perdidos. Ídolo de heroi a vilão. Goleiro salvador. Esses foram os ingredientes da partida entre Sport e Coritiba, que aconteceu na tarde deste domingo, na Ilha do Retiro, em Recife. Melhor para o time paranaense, que venceu por 4 a 3 e ganhou fôlego na luta contra o rebaixamento.

O primeiro tempo foi extremamente maluco. Logo aos cinco minutos de jogo, o Coritiba abriu o placar com o zagueiro Werley, de cabeça, após uma cobrança de escanteio e uma falha do goleiro Magrão, que saiu mal do gol.

Logo em seguida, aos oito, Magrão se redimiu em grande estilo e salvou o Sport. Em novo lance de bola parada, o meia Tiago Real e o zagueiro Cléber Reis exigiram duas boas defesas do arqueiro na mesma jogada.

A partir daí, o Sport passou a pressionar muito. Aos 15, Rogério exigiu boa defesa do goleiro Wilson. Mas o arqueiro do Coxa brilhou mesmo aos 23, quando o árbitro Leandro Pedro Vuaden marcou um pênalti duvidoso para o time pernambucano. Mas na cobrança de Diego Souza, no lado esquerdo do gol, Wilson defendeu.

Mas aos 29, Diego Souza conseguiu se redimir. Após a cobrança de escanteio, o meia subiu sozinho e cabeceou para empatar a partida. 1 a 1.

O gol empolgou o Sport, que seguiu pressionando muito. A melhor chance ocorreu aos 31, quando Rogério apareceu na cara do gol, mas demorou para finalizar e foi desarmado.

Se incomodava no ataque, o Sport dava muitas brechas na defesa. Em novo lance de bola parada, o atacante Henrique Almeida aproveitou o rebote de Magrão para recolocar o Coritiba em vantagem. 2 a 1 para os visitantes.

No entanto, o Sport teve forças para buscar o empate ainda na etapa inicial. Aos 41, o atacante André, de cabeça, deixou tudo igual mais uma vez.

Na etapa final, os dois times seguiam encontrando muitos espaços. Por isso novamente as equipes tiveram muitas chances. Aos 16 minutos, após grande jogada de Osvaldo, Diego Souza virou o placar. 3 a 2.

Mas apesar de ter marcado dois gols, Diego Souza saiu como um dos vilões da partida. O motivo: ele perdeu um novo pênalti aos 30 minutos. Desta vez ele cobrou no canto direito do gol e Wilson espalmou. No rebote, o meia tentou de novo e o goleiro do Coritiba salvou mais uma vez.

O lance reergueu o Coritiba no jogo. Aos 34 minutos, em novo lance de bola parada, Thiago Carleto soltou a bomba em cobrança de falta, o goleiro Magrão vacilou e o volante Jonas aproveitou o rebote para empatar o duelo. 3 a 3.

E o gol da virada veio aos 45 minutos, com Yan Sassé, que bateu da entrada da área e deu números finais para a movimentada partida: 4 a 3 para os visitantes.

Com a vitória, o Coritiba chegou a marca de 35 pontos, que é a mesma pontuação do Sport, que vê a zona de rebaixamento se aproximar.

FICHA TÉCNICA
SPORT 3X4 CORITIBA

Local: Ilha do Retiro, em Recife
Data-Hora: 29/10/2017 - 19h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: José Eduardo Calza (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)
Público/renda: -
Gol: Werley, 5`1ºT (0-1)/ Diego Souza, 29`1ºT (1-1)/ Henrique Almeida, 39`1ºT (1-2)/ André, 41`1ºT (2-2)/ Diego Souza, 16`2ºT (3-2)/ Jonas, 34`2ºT (3-3)/ Yan Sasse, 45`2ºT (3-4)
Cartões amarelos: Samuel Xavier e Henriquez (SPO)/ Iago Dias, Henrique Almeida, Léo, Cléber Reis, Werley e Yan Sasse (Coritiba)

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Henriquez e Mena; Patrick, Rithelly, Rogério (Anselmo/ 22`2ºT), Diego Souza e Osvaldo (Lenis/ 22`2ºT); André. Técnico: Daniel Paulista.

CORITIBA: Wilson; Léo, Werley, Cléber Reis e Carleto; Jonas, Alan Santos (Yan Sassé, 30`2ºT), Iago Dias (Getterson/ Intervalo), Tiago Real e Rildo; Henrique Almeida (Keirrison/ 32`2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira.