Chapecoense x Atlético-PR

Confronto ficou marcado por ser disputado em dois dias. (Gustavo Oliveira/Atlético-PR)

Guilherme Moreira
23/06/2016
16:05
Curitiba (PR)

Após o adiamento da segunda etapa na quarta-feira, Chapecoense e Atlético-PR não marcaram gols e empataram por 0 a 0 na tarde desta quinta, na Arena Condá, pela décima rodada da Série A. O duelo foi recomeçado a partir do primeiro minuto da segunda etapa.

Com 16, Pablo recebeu na entrada da área e bateu colocado, buscando o ângulo, mas a bola foi para fora. Dois minutos depois foi a fez de Léo arriscar de longe e acertar a rede pelo lado de fora.

Melhor em campo, o Furacão aparecia com facilidade. Anderson Lopes, aos 22, lançou Walter em velocidade e o atacante bateu cruzado perto da trave. Com 26, Otávio roubou a bola na intermediária, avançou e mandou rasteiro para Danilo espalmar.

A Chape só foi chegar aos 28. Em cruzamento, a zaga atleticana afastou mal e Lucas Gomes, de primeira, chutou no canto direito de Weverton, que apenas torceu para a bola não entrar. Com 36, a chance mais clara. Rafael Bastos cruzou na medida para Hyoran, de frente para o goleiro e quase na pequena área, chutar nos pés de Weverton, que fez grande defesa.

Com a igualdade, a Chapecoense vai a 15 pontos, na sétima colocação - o Furacão é nono colocado, com 14. Na próxima rodada, o time catarinense encara o Sport no domingo, em Recife, às 18h30, enquanto o Furacão recebe o Grêmio, na Arena da Baixada, no mesmo dia, às 16h.

Antes

Em um primeiro tempo com raras chances criadas, Chape e Furacão povoaram bem o meio-campo e não deixavam espaços para a criação de jogadas. As dificuldades, dos dois lados, mostraram que as alternativas eram chutes de longa distância ou bola parada.

Com 23, Silvinho fez boa jogada pela esquerda e tocou para Arthur Maia chutar rasteiro nas mãos de Weverton. Aos 42, Gimenez arriscou cruzado de longe e a bola passou ao lado da trave.

No minuto seguinte, o Furacão chegou pela segunda vez e com perigo. Vinícius, na ponta da área, achou Deivid entrando pelo meio e o volante mandou uma bomba no travessão. Com 45, em cobrança de escanteio, Walter nem precisou pular para cabecear e Bruno Rangel tirar em cima da linha.

Na segunda etapa, com forte neblina, o árbitro Francisco Carlos Nascimento (AL) parou o duelo logo no primeiro minuto. Os atletas das duas equipes aceitaram jogar, mas os assistentes reclamaram da falta de visibilidade. Após 30 minutos de espera, a arbitragem decidiu adiar o duelo.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0x0 ATLÉTICO-PR

Local
: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data-Hora: 22/6/2016 - 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Assistentes: Esdras Mariano Albuquerque (AL) e Pedro Jorge Santos de Araújo (AL)
Público/renda: 2.582 pagantes/Não divulgado
Cartões amarelos: Hyoran, Sergio Manoel (CHA), Walter, Léo (CAP)

CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Marcelo, Thiego e Sergio Manoel (Claúdio Winck); Josimar, Cleber Santana e Arthur Maia (Rafael Bastos); Lucas Gomes, Bruno Rangel e Silvinho (Hyoran). Técnico: Guto Ferreira.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas (Sidcley); Otávio, Deivid e Vinícius; Pablo, Anderson Lopes e Walter. Técnico: Paulo Autuori.