Caio Jr., técnico do Al Shabab, tem pela frente time de Bonamigo (Foto: Divulgação)

Prestes a completar 500 jogos como treinador, Caio Jr agradece ao Paraná pelo início na carreira (Foto: Divulgação)

Daniel Piva
12/04/2016
11:53
Curitiba (PR)

A partida entre Fujairah-EAU e Al Shabab-EAU, pela Liga dos Emirados Árabes, na próxima sexta-feira, representará um marco na carreira de um brasileiro. O técnico Caio Junior vai atingir a marca de 500 jogos como treinador. O paranaense relembra momentos marcantes da carreira, principalmente no comando do Paraná, clube que ele está marcado na história por ter conseguido a classificação para a Libertadores da América.

- Em 2006, eu atuava como comentarista e recebi o convite para retomar a carreira e conseguimos chegar à Libertadores da América. Foi um momento muito marcante - relembra Caio Jr.

Além da passagem pelo Paraná como treinador, Caio Jr defendeu o clube também como atacante. Ele foi o artilheiro do time que conquistou o pentacampeonato paranaense, em 1997.

- Por isso que eu digo que a minha relação com o Paraná é muito boa. Além desses dois feitos, tem ainda em 2002, quando tive a primeira oportunidade como técnico. Conseguimos evitar o rebaixamento à Série B naquele Campeonato Brasileiro - festeja.

Devido a forte identificação com o clube, Caio Jr não deixa de palpitar a respeito da reta final do Campeonato Paranaense. Na semifinal, o Tricolor encara o Atlético-PR e o comandante prevê um duelo equilibrado.

- A velha máxima do futebol de que clássico é clássico segue atualizada. O Paraná fez um bom primeiro turno, mas o Atlético-PR vem em evolução - aponta o comandante.