Santos

Arqueiro do Furacão utilizou aparelho eletrônico antes do jogo. (Reprodução SporTV)

LANCE!
13/05/2018
20:50
Curitiba (PR)

Na derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG neste domingo, na Arena da Baixada, o goleiro Santos, do Atlético-PR, chamou a atenção nacional. Imagens da torcida atleticana e da TV Globo flagraram o arqueiro mexendo no celular no início da partida, dentro de campo.

O atleta do Furacão só colocou o aparelho ao lado da trave que defenderia quando escutou o apito inicial do duelo entre os xarás. A princípio, apesar do artigo 55, parágrafo III, do Regulamento Geral das Competições da CBF, dizer que "assegurar a ocorrência de um acontecimento particular durante partida de futebol da qual esteja participando ou possa exercer influência, e que possa ser objeto de aposta ou pelo qual tenha recebido ou venha a receber qualquer recompensa" possa ter algum tipo de interpretação, nenhuma grande irregularidade consta no documento.

Vale lembrar que, na última semana, a International Football Association Board (IFAB), órgão responsável pelas regras do futebol, anunciou 14 mudanças na regulamentação do esporte. Uma delas dá a permissão do uso de equipamentos eletrônicos exclusivamente na área técnica para auxiliar o treinador nas questões táticas da partida e aumentar a segurança dos jogadores, ou seja, verificar se as condições físicas estão adequadas a partir de medidores usados pelos atletas.

- Eu acho estranho. O Santos é um jogador muito responsável. Eu não posso falar, porque soube dessa informação agora - afirmou o técnico Fernando Diniz.

Com a repercussão, o clube paranaense anunciou que realizará uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, às 11h, para falar sobre o assunto.