Gilson Kleina

Em 2016, Gilson Kleina tem 12 vitórias em 20 jogos. (Giuliano Gomes/PR PRESS)

Guilherme Moreira
07/05/2016
08:00
Curitiba (PR)

No domingo, às 16h, no Couto Pereira, o Coritiba precisa de um triunfo por quatro gols de diferença contra o Atlético-PR para ser campeão do Campeonato Paranaense. Uma missão difícil que não preocupa o técnico Gilson Kleina mesmo que não consiga.

Após viver uma turbulência no início do Estadual, quando teve seu cargo ameaçado, o comandante coxa-branca conseguiu dar a volta por cima e o Verdão tem a melhor campanha da competição. Além disso, outros fatores ajudam em sua defesa.

O Coxa tem o melhor ataque (37), a zaga menos vazada (14), o maior número de vitórias (10) e o artilheiro do torneio (Kleber Gladiador, 13 gols). Um cenário que, de acordo com o treinador, o favorece para se manter no clube paranaense para o restante da temporada mesmo podendo perder a taça para o maior rival.  

- Eu vejo muita convicção em tudo e o crescimento da equipe é nada mais que o trabalho realizado. Mostramos que a equipe jogou e convenceu tecnicamente, em um trabalho da comissão com os atletas. Entendemos que estamos em uma crescente e ainda teremos um time mais forte - comentou.

Kleina sabe da dificuldade em reverter a vantagem contra o maior rival e pediu equilíbrio emocional durante o duelo do final de semana. Mesmo que conquiste o título, o técnico admitiu que o elenco tem carências e precisa ser reforçado para as disputas da Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e uma possível Copa Sul-Americana.

- Vamos ter o apoio da torcida, que vai jogar junto e já está nos ajudando na semana. Nada melhor que conseguir a vitória para tranquilizar e ter uma semana mais favorável. Eu entendo que, sendo ou não campeão, precisamos trazer reforços e buscar valores técnicos. Temos um calendário grande, com campeonatos equilibrados, e sabemos que temos que ter reposições para ter mais segurança. Não vai ter contratação só por contratar - garantiu.

Contratado após o Brasileiro do ano passado, Gilson Kleina treinou o Coritiba em 20 partidas nesta temporada, entre Paranaense, Primeira Liga e Copa do Brasil: 12 vitórias, três empates e cinco derrotas.