Santos x Coritiba

Coritiba começou bem, mas caiu de rendimento e acabou derrotado na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)

Daniel Piva
22/05/2016
14:00
Curitiba (PR)

O Coritiba saiu da Vila Belmiro com um gosto para lá de amargo. O Coxa saiu na frente, mas tomou o empate na etapa final e no último lance do jogo, aos 51 minutos, sofreu a virada. O revés foi muito lamentado pelos atletas, principalmente pelo atacante Kléber Gladiador, que deu uma justificativa diferente para o tropeço diante do Santos.

- A gente fez mais um bem jogo, mas perdemos mais uma vez. Ou seja, faltou alguma coisa. Faltou tesão. Tem que se esforçar um pouco mais para tirar uma bola, para chutar com mais força uma bola. Campeonato Brasileiro é difícil, precisa disso - apontou o autor do gol do Coritiba.


O resultado aumentou a pressão em cima do técnico Gílson Kleina, que nunca caiu nas graças da torcida e que vem sendo bastante cobrado pelo vice-campeonato estadual e pela eliminação na Copa do Brasil. O Gladiador, porém, saiu em defesa do treinador.

- O time tem jogado bem. Agora, o treinador não mete a bola para dentro do gol, treinador não perde gol. A responsabilidade é exclusivamente dos jogadores que não estão aproveitando as chances criadas - argumentou Kléber.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Coritiba jogará em casa contra o São Paulo. O jogo acontecerá no Couto Pereira, na próxima quarta-feira, às 21h45.