Daniel Piva
25/09/2016
12:58
Curitiba (PR)

O Atlético-PR venceu a Ponte Preta por 3 a 0, na manhã deste domingo, na Arena da Baixada, pela vigésima sétima rodada da Série A. O destaque foi o zagueiro Thiago Heleno, que marcou dois gols do Furacão. O outro foi anotado pelo lateral Léo. Já a Ponte Preta reclamou muito da arbitragem em Curitiba.

A grande atração do Atlético-PR era o argentino Lucho González, que estreou pelo Furacão. Porém, o meia teve algumas dificuldades na partida, já que não está entrosado com o elenco e nem está na forma física ideal. 

Já a equipe de Campinas apostava, além da forte marcação, nos contra-ataques. Apesar de ter ficado um longo período sem conseguir encaixar um bom golpe (dos 13 aos 40 minutos), a Ponte teve algumas oportunidades perigosas: Reinaldo arriscou de fora da área e Weverton fez boa defesa. A outra chance veio após uma falha do Atlético-PR na saída de bola, onde Maycon quase abriu o placar. Roger também teve uma boa oportunidade, de cabeça, mas a bola não entrou.

Apesar de ter a posse de bola (66% no primeiro tempo), o Atlético-PR só levou perigo aos 35 minutos, quando Matheus Rosseto arriscou de fora da área, a bola desviou na zaga e passou muito próxima da trave do goleiro Aranha.

Com dificuldades no sistema ofensivo, o Furacão esperava um erro do adversário para criar. E isso ocorreu aos 44, quando o zagueiro Fábio Ferreira vacilou, Lucas Fernandes roubou a bola, invadiu a área e caiu. O árbitro Nielson Nogueira Dias assinalou penalidade para a revolta dos jogadores da Ponte. Na cobrança, Thiago Heleno soltou uma bomba e abriu o placar.

No segundo tempo, o Furacão voltou com mais objetividade. O jogador mais perigoso era Lucas Fernandes, que aos quatro soltou uma pancada de longe e obrigou Aranha a espalmar, e aos dez acertou o travessão, após cortar Antônio Carlos e bater com estilo.


Em desvantagem no placar, o técnico Eduardo Baptista colocou no jogo o atacante Pottker, com o objetivo de aumentar o poderio ofensivo do time. O jogador entrou aos nove, mas ficou apenas quatro minutos em campo. Isso porque ele foi expulso aos 13, após discutir com Luan, do Atlético-PR, e desferir um soco no jogador atleticano.

Para piorar a situação da Ponte, o Atlético-PR marcou o segundo gol aos 22. Pablo fez uma boa inversão da esquerda para direita, Lucas Fernandes conseguiu um pequeno desvio e a bola chegou até o lateral Léo, que dominou bem, passou com habilidade pelo defensor e bateu de esquerda, no canto inferior, para ampliar: 2 a 0.

E o terceiro gol do Furacão veio com o zagueiro Thiago Heleno. Aos 32, Lucas Fernandes cobrou falta e levantou a bola no segundo pau, o defensor cabeceou no contrapé do goleiro Aranha, que só acompanhou a bola morrer no fundo da rede: 3 a 0 Atlético-PR.

Com a vitória, o Atlético-PR saltou, pelo menos provisoriamente, para a quinta colocação com 42 pontos, três a menos do que o Santos, quarto colocado. Já a Ponte seguiu com 39, na oitava colocação. Na próxima rodada, o Furacão encara o Peixe no sábado, às 16h, na Vila Belmiro, enquanto a Macaca recebe o Atlético-MG no mesmo dia, às 16h30, no Moisés Lucarelli.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 3X0 PONTE PRETA


Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data-hora: 25/9/2016 – 11h
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Marcelinho Castro de Nazaré (PE) e Bruno César Chaves Vieira (PE).
Público/Renda: 11.527 pagantes/ 13.474 presentes/ R$ 175.410,00
Cartões amarelos: Antônio Carlos, João Vítor, Clayson, Roger e Reinaldo (PON); Léo (CAP)
Cartão vermelho: Pottker, 13`/2ºT (PON)

Gols: Thiago Heleno, 46'/1ºT (1-0); Léo, 22`/2ºT (2-0); Thiago Heleno, 32`/2ºT (3-0).

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio, Rosseto, Lucas Fernandes (Giovanny/ 45`/2ºT), Lucho González (João Pedro/ 24`2ºT) e Pablo; Luan (Marcão/ 40`2ºT). Técnico: Paulo Autuori.

PONTE PRETA:
Aranha; Jeferson, Antônio Carlos, Fábio Ferreira (Douglas Grolli/ Intervalo) e Reinaldo; João Vítor, Felipe Azevedo (Pottker/ 09`2ºT), Maycon, Thiago Galhardo e Clayson (Wellington Paulista/ 20`2ºT); Roger.  Técnico: Eduardo Baptista.