Coritiba x Ponte Preta

Após dez dias suspenso, Juan voltou e decidiu o jogo para o Coritiba (Foto: Guilherme Artigas)

Daniel Piva
07/08/2016
18:04
Curitiba (PR)

Na estreia do técnico Paulo César Carpegiani, o Coritiba reencontrou o caminho das vitórias. Na tarde deste domingo, o Coxa bateu a Ponte Preta por 3 a 1, no Couto Pereira. O destaque foi o meia Juan, que voltou a ser relacionado para uma partida após ser punido pela diretoria do clube.


O primeiro tempo do duelo foi extremamente truncado. Tanto é que nos minutos iniciais não houve um lance emocionante sequer. Por outro lado, na reta final, o jogo pegou fogo. Aos 39, Colin Kazim fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Iago, mas a zaga conseguiu cortar a bola, que ficou na entrada da área para Kléber Gladiador, que bateu com estilo e abriu o placar no Couto Pereira.

Dois minutos depois a Ponte Preta foi quem marcou. Após cobrança de falta da esquerda, a zaga do Coxa fez o corte parcial, mas a bola sobrou para Rhayner, que a dominou, chapelou o zagueiro Luccas Claro e bateu com estilo na saída do goleiro Wilson. 1 a 1.

Para o segundo tempo o Coritiba apostou no meia Juan, que após desrespeitar o então técnico Pachequinho foi suspenso pelo clube. No primeiro jogo com Carpegianni, o experiente jogador voltou a ser aproveitado. E o retorno dele foi em grande estilo, com direito a participação em dois gols.

Aos 18, Juan bateu falta da entrada da área pelo lado direito, ninguém conseguiu o desvio, o goleiro da Ponte se atrapalhou e a bola entrou. Porém, a arbitragem anotou o gol para o zagueiro Luccas Claro, que tentou o desvio. 2 a 1 Coxa.

Já aos 33, após um pênalti cavado pelo atacante Neto Berola, o meia Juan pegou a bola e mandou no canto direito do goleiro Matheus Inácio e decretou a vitória alviverde por 3 a 1.

Nos minutos finais a Ponte Preta partiu em busca de pelo menos diminuir o marcador, mas na melhor oportunidade Galhardo arriscou e o goleiro Wilson conseguiu defender.

Com o resultado, o Coritiba obteve a quinta vitória no primeiro turno do Campeonato Brasileiro e terminou o turno com 21 pontos. Parcialmente, o time está fora da zona de rebaixamento (tem que torcer por resultados do Botafogo, Figueirense e Cruzeiro). Já a Ponte está com 27 pontos, na 8ª colocação.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 3 X 1 PONTE PRETA

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Gols: Kléber e Juan (duas vezes), pelo Coritiba; Rhayner, pela Ponte Preta.
Árbitro: Anderson Daronco-RS.
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Enio Nepomuceno de Andrade Jr.
Cartões Amarelos: Iago, Juninho, João Paulo e Kléber (Coritiba); Antônio Carlos, Abuda e Galhardo (Ponte Preta).
Cartão vermelho: não houve.
Público e renda: 

CORITIBA: Wilson, Dodô, Luccas Claro (Benítez), Nery Bareiro e Juninho; Edinho (Neto Berola), João Paulo, Raphael Veiga e Iago (Juan); Colin Kazim e Kléber Gladiador. Técnico: Paulo César Carpegianni.

PONTE PRETA: Matheus Inácio, Nino Paraíba, Fábio Ferreira, Antônio Carlos e Reinaldo; Abuda (Elton), Maycon e Galhardo; Rhayner (Wellington Paulista), Pottker e Clayson (Roger). Técnico: Eduardo Baptista.