Atletico Nacional x Coritiba

César González, de falta, marcou um golaço que foi insuficiente para o Verdão. (foto:AFP)

Guilherme Moreira
27/10/2016
00:38
Curitiba (PR)

A derrota de virada do Coritiba por 3 a 1 para o Atlético Nacional-COL eliminou o time brasileiro nesta quarta-feira, em Medellín, pelas quartas de final da Sul-Americana. O Coxa soube reconhecer a superioridade do adversário, mas reclamou de lances capitais do jogo.

Após sair na frente, aos 43 minutos do primeiro tempo, em um golaço de falta de César González, o Verdão não suportou a pressão no início da segunda etapa. Algoz, o atacante Borja marcou aos 5, 15 e 27.

- Nós estávamos sendo firmes e marcando o adversário. Nós tentamos imprimir um ritmo e conseguimos até em algum momento. Começamos a ter dificuldades quando perdemos o Luccas Claro (machucado, ainda quando estava 0 a 0). Aí o Nacional mereceu, nos atacou e foi feliz. A virada foi rápida - comentou o técnico Paulo César Carpegiani. 

O primeiro e o terceiro tentos, entretanto, foram alvos de críticas do treinador alviverde, que não concordou com as marcações da arbitragem. Mesmo assim, o comandante admitiu que o atual campeão da Libertadores jogou melhor o confronto - a partida de ida terminou empatada por 1 a 1.

- Alguns lances me causam estranheza. O escanteio não ocorreu e o pênalti que não ocorreu nos complicou. Mas nada serve como desculpa. Apesar dos lances polêmicos, não podemos tirar o mérito do time que mais mereceu a vitória e a classificação - completou.

Com a eliminação, o Coritiba agora só pensa no Campeonato Brasileiro. Décimo quarto colocado, com 38 pontos e a três do Z-4, o Coxa encara o Botafogo no sábado, às 18h30, no Luso-Brasileiro.