Jogos da dupla Atletiba começam a passar no EI a partir de 2019

Divulgação/Atlético-PR

Guilherme Moreira
03/02/2016
18:08
Curitiba (PR)

Depois de algumas conversas em grupo com outros clubes, Atlético-PR e Coritiba bateram o martelo e fecharam a venda dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro para o canal Esporte Interativo (EI). O acordo será válido a partir de 2019 e vai até 2024.

A última reunião aconteceu no início desta semana e contou com as presenças do vice-presidente coxa-branca, Alceni Guerra, e do presidente do Conselho Deliberativo rubro-negro, Mario Celso Petraglia. As partes chegaram a um consenso sobre a questão técnica e jurídica, além da financeira.

Agora, os clubes paranaenses aguardam o envio do contrato para os Estados Unidos, onde será analisado pela emissora para o desfecho final e oficial. A previsão é que a assinatura aconteça na metade de fevereiro.

O valor a ser recebido pela dupla Atletiba é 10 vezes maior que o atual da Globosat, apesar de não ainda ter sido confirmado oficialmente pelas partes. O canal do grupo Turner oferece um pacote para a TV fechada de R$ 600 milhões, com a seguinte divisão: 50% de forma igualitária, 25% pelo desempenho técnico e 25% a partir da audiência - da mesma forma que acontece na Premiere League, da Inglaterra.

Além de Atlético-PR e Coritiba, o Esporte Interativo também tem negociações bem avançadas com o Santos, Bahia e Internacional. Grêmio, São Paulo e Santa Cruz são os outros alvos da emissora.

Procurados pela reportagem, os representantes dos dois clubes não atenderam as ligações.