elenco Paraná

Técnico Claudinei Oliveira tem dúvidas na escalação e só garantiu retorno do goleiro Marcos. (Divulgação/Paraná)

Guilherme Moreira
25/03/2016
08:30
Curitiba (PR)

Faltando apenas um jogo para o fim da primeira fase do Estadual, o Paraná tem problemas para enfrentar o PSTC no domingo, às 16h, em Cornélio Procópio. Com desfalques, o time está indefinido para o duelo.

O técnico Claudinei Oliveira, que tinha a ideia de poupar atletas na reta final, teve que mudar o planejamento com a derrota no clássico para o Coritiba e o empate diante do Cascavel. A nova igualdade na última rodada, frente ao Foz, obriga o Tricolor a vencer na última rodada.

Porém, os problemas são muitos para a escalação. O meia Nadson, expulso, e o zagueiro Alisson, que recebeu o terceiro cartão amarelo, cumprem suspensão automática. O ala Dick, que é reserva, também está suspenso - assim como o atacante titular Robson. Já o meio-campista Válber e o atacante Robson, desgastados fisicamente, tendem a ser poupados. 

- Vamos estudar caso a caso e conversar com os atletas. Ainda está muito cedo para definir. E é muito fácil falar um time, mudar totalmente para surpreender o adversário, mas não é o caso. Tenho na minha cabeça 80% do time - ponderou Oliveira.

Por outro lado, o comandante paranista conta com três retornos: o lateral-esquerdo Fernandes, o volante Anderson Uchoa e o atacante Lúcio Flávio. O zagueiro Demerson e o volante Lucas Otávio, que estrearam no final de semana, são opções e geram dúvidas no time titular.

Sem vencer há três rodadas, o Tricolor é o segundo colocado com 20 pontos. Para terminar na liderança e ter vantagem no mata-mata, a equipe precisa trazer os três pontos e torcer por um tropeço do J. Malucelli, 21 pontos, que enfrenta o Londrina, também fora de casa.

- Isso não me preocupa (jejum de triunfos), mas precisamos sempre estar concentrados em buscar a vitória como aconteceu em todos os jogos. Precisamos vencer esse jogo para terminar em primeiro lugar, independente de quem for jogar. Sabemos que o PSTC também precisa, mas o resultado que nos dá a garantia de, pelo menos, o segundo lugar é a vitória e procuramos vencer todas partidas - comentou o treinador.

Cheio de dúvidas, o Paraná deve ir a campo com: Marcos; Nei, Demerson, Zé Roberto e Fernandes; Anderson Uchôa (Jean), Lucas Otávio, Rafael Carioca e Válber (Lucas Pará); Alexsson (Toni) e Lúcio Flávio (Yan Philipe).