Gol do Coritiba foi marcado pelo meio-campista Júlio Rusch, em cobrança de falta

Gol do Coritiba foi marcado pelo meio-campista Júlio Rusch, em cobrança de falta (Foto: Divulgação/ Coritiba)

LANCE!
01/04/2018
18:44
Curitiba (PR)

Na primeira final do Campeonato Paranaense, deu Coritiba. Na tarde deste domingo, no Couto Pereira, o Coxa venceu o Atlético-PR por 1 a 0. O gol foi marcado pelo meio-campista Júlio Rusch, em cobrança de falta. Além de jogar por um empate na semana que vem, na Arena da Baixada, o time alviverde quebrou a invencibilidade do rival, que ainda não tinha perdido na temporada.

As duas equipes iniciaram o clássico se estudando muito. O Coritiba alternava a marcação alta, quando o Atlético-PR cobrava tiros de meta, e baixa, quando o Furacão estava com a bola no meio de campo. Mesmo com pouco espaço, o Atlético-PR foi quem criou as primeiras oportunidades. Aos 12 minutos, Pierre arriscou de longe e exigiu boa defesa do goleiro Wilson. Depois, aos 21, foi Éderson quem finalizou e o obrigou o arqueiro do Coxa a brilhar novamente.

Aos poucos, o Coritiba foi se soltando. A primeira boa chegada foi aos 23, com Pablo aparecendo bem pela direita e servindo Evandro, que forçou uma grande defesa do goleiro Caio. Já na segunda chegada mais aguda, o Coxa foi fatal. Em cobrança de falta frontal, Júlio Rusch bateu com categoria e abriu o placar no Couto Pereira.

- Fui feliz na cobrança. Percebi que o goleiro estava mais próximo da outra trave e bati em cima do jogador mais baixo da barreira - comemorou Júlio Rusch, na saída do gramado do Couto Pereira.

Na etapa final, o cenário do jogo seguia o mesmo: o Atlético-PR tinha a bola, mas esbarrava na forte marcação do Coritiba. E quando conseguia contra-atacar, o Coxa levava muito perigo. Pablo, aos cinco minutos, e Thiago Lopes, aos dez, quase ampliaram para o time alviverde.

Embora tenha ficado boa parte do segundo tempo no campo adversário, o Atlético-PR só conseguiu levar perigo nos minutos finais. A mais aguda foi nos acréscimos, quando Renan Lodi, em cobrança de falta, exigiu uma grande defesa do goleiro Wilson.

- Está tudo em aberto. Temos totais condições de reverter lá em casa - prometeu o volante Bruno Guimarães, um dos principais nomes do Atlético-PR no Estadual.