Vitória x Coritiba

Iago teve duas chances de marcar ainda na primeira etapa. (Divulgação/Coritiba)

Daniel Piva
03/08/2016
22:49
Curitiba (PR)

E segue a sina do Coritiba no Campeonato Brasileiro: novamente a equipe jogou bem, mas saiu de campo derrotada. Desta vez o revés ocorreu em Feira de Santana-BA, para o Vitória, por 3 a 1, de virada. Para o técnico Pachequinho, o time pagou o preço pelas chances desperdiçadas.

Somente no primeiro tempo o Coritiba teve pelo menos quatro boas oportunidades: uma com Kléber, uma com Raphael Veiga e duas com Iago, que chegou a acertar a trave em uma oportunidade.

Já na etapa final o Coxa conseguiu abrir o placar logo aos dois minutos, com o prata da casa Raphael Veiga. Porém, o sistema defensivo falhou e o time acabou derrotado por 3 a 1.

- O que fica é o resultado, mas quem viu o jogo viu a intensidade e o número de chances que tivemos. Mas infelizmente o adversário foi melhor nas finalizações e ficou com a vitória - lamentou o técnico Pachequinho.

Sobre as falhas da defesa, a mais amarga sem duvida alguma foi o lance do primeiro gol do Vitória. Após um cruzamento da esquerda de Cárdenas, o zagueiro Juninho foi cortar, mas pegou mal na bola e acabou fazendo contra. A partir daí o time baiano voltou ao jogo e conseguiu a virada no placar.

- O primeiro gol foi uma infelicidade e atrapalhou o pouco - reconheceu Pachequinho.

Embora tenha sofrido o segundo gol aos 42 minutos, após um lindo chute de Marinho, o Coritiba ficou com a sensação de que poderia ter conseguido pelo menos um empate, já que aos 46 o turco Kazim apareceu na cara do goleiro Fernando Miguel, mas finalizou por cima.

Para piorar, o sistema defensivo alviverde voltou a falhar, desta vez com Dodô, e o Vitória anotou o terceiro gol com o Kieza. Resultado que mantém o Coritiba na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com 18 pontos.