Coritiba x América-MG

Coxa, que está nas quartas de final da Sul-Americana, quer pensar jogo a jogo. (Divulgação/Coritiba)

Guilherme Moreira
03/10/2016
23:55
Curitiba (PR)

A vitória por 3 a 0 diante do América-MG nesta segunda-feira, no Couto Pereira, pela vigésima oitava rodada da Série A, afastou o Coritiba da zona de rebaixamento. A diferença, que é de cinco pontos, ainda é menor do que o "novo" G-6.

Com as mudanças feita pela Conmebol na Copa Libertadores, os brasileiros conseguiram mais duas vagas para a competição. Assim, o G-4 mudou de nomenclatura e duas novas equipes podem entrar no torneio - que ainda pode virar G-8 caso um brasileiro vença a Sul-Americana e o campeão da Copa do Brasil esteja entre os primeiros colocados do Brasileirão. 

- O mais importante foi a vitória. Querendo os resultados, a serenidade para entrar na competição tranquilos. Os jogadores sabem da nossa ambição. Temos que ter estas metas. Já passei por estar com um time no Z4. É um peso, um pavor muito grande. Estamos nos afastando. Vamos continuar pensando no jogo a jogo - afirmou o técnico Paulo César Carpegiani.

Com 36 pontos, o Coxa é o décimo segundo colocado e o primeiro time dentro do G-6 é justamente o rival Atlético-PR, com 42. Mesmo com essa nova expectativa dentro do Campeonato Brasileiro, o comandante alviverde não quis explanar o objetivo interno do clube paranaense. Mas deixou escapar que os próximos quatro jogos são determinantes para as pretensões.

Na quinta-feira, o Verdão enfrenta o Internacional, às 19h30, no Beira-Rio, em confronto direto pela parte baixa da tabela. Dia 12, recebe o Figueirense, que também luta para não cair. Quatro dias depois encara o Furacão, na Vila Capanema, que luta pela Libertadores. Por fim, pega o Atlético Nacional, dia 19, jogo de ida das quartas de final da Sul-Americana.

- Ainda estamos longe do nosso ideal. Estamos buscando o que é ideal com o que temos neste momento. Nestas novas vagas (para a Libertadores) que traçamos uma meta. Ela é interna, e ela é função destes 4 jogos que temos agora - finalizou o treinador.