Atlético-PR x Grêmio

André Lima e Hernani marcaram os gols atleticanos diante do Tricolor gaúcho. (Gustavo Oliveira/Atlético-PR)

Guilherme Moreira
26/06/2016
20:51
Curitiba (PR)

Eficiente e dominante, o Atlético-PR venceu o Grêmio por 2 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada, pela décima primeira rodada da Série A. Para o treinador Paulo Autuori, essa foi a melhor apresentação rubro-negra até aqui na competição.

- Fizemos um belíssimo espetáculo. A equipe se portou bem do início ao fim do jogo, com uma grande atitude e organização. O time mereceu a vitória frente a uma grande equipe. A gente teve espontaneidade, foi muito bem tanto no aspecto individual como coletivo. Individualmente, acho que foi o nosso melhor jogo, sem dúvida - afirmou.

Pela terceira rodada consecutiva, o sistema defensivo atleticano não é zerado. Antes do duelo contra o Tricolor gaúcho, a zaga passou em branco diante da Chapecoense (0x0) e Santos (1x0). O sistema, que vem sendo frequentemente elogiado pelo treinador, é nono que menos levou o gol no torneio e ainda precisa de ajustes.

- Ainda não temos isso (zaga regular) consolidado. Estamos caminhando e as coisas estão bastante claras, principalmente, em relação a equipe, defensivamente, que está muito bem organizada - comentou. 

Outro setor falado por Autuori foi o ataque, que vinha sendo "criticado" pelo comandante, que pedia mais agressividade no último terço do campo. Contra o Tricolor gaúcho, o time manteve a posse de bola, principalmente na frente, e isso ajudou nas inúmeras chances criadas. O triunfo só não foi maior pelas grandes defesa de Marcelo Grohe.

- No segundo tempo nós tivemos uma posse de bola que foi muito equilibrada, mas que reflete naquilo que a gente fala. Não é apenas ter a posse de bola, mas como tê-la. Nós tivemos 60% dessa posse de bola dentro do campo ofensivo. Isso é o mais importante, uma das grandes vitórias no jogo foi essa - finalizou.

Com 17 pontos, o Atlético-PR é o sétimo colocado do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, o Furacão encara o rival Coritiba na quarta-feira, às 21h, no Couto Pereira.